Publicidade
Entretenimento
Vida

Gente jovem reunida

Arte, música, moda e design reunidos em um só espaço. Alguns estabelecimentos de Manaus apostam suas fichas nessa mistura e exploram, com sucesso, um nicho dominado por um público jovem ansioso por novidades. 11/11/2012 às 20:17
Show 1
Loja de roupas vira ponto de encontro de jovens manauaras
Rosiel Mendonça Manaus (AM)

Lojas como a Hey You e a Rezz Camiseteria investem em pequenos eventos para agregar grupos de pessoas que, além de adquirir produtos exclusivos, também buscam um pouquinho de diversão.

É o artista plástico Rafael Rezz quem comanda a camiseteria localizada na loja 23 do Centro Comercial Le Bon Marché (av. Pedro Teixeira, Dom Pedro). O empreendimento é recente – ainda vai completar dois meses –, mas a cada 15 dias ele vira point de encontro de um público mais alternativo. “Acho bom misturar pessoas que pertencem a várias tribos, mas que possuem certa similaridade de ideias”, afirma o proprietário.

A “Rezz Juke Box” já vai para a sua quarta edição e acontece, geralmente, aos sábados, depois das 20h. “O público da loja é uma galera profissional liberal, gente que tem os horários meio malucos”, explica Rafael.

E a música? Segundo Rezz, o set list acaba ficando na medida certa entre o cool e o trash. “A ideia é ter sempre um profissional fazendo um som, mas também temos equipamento para quem quiser chegar com um pen drive e ouvir a sua música. Nas últimas edições quem tocou foi o DJ Lauro S.”, conta.

Novidades

Na Rezz Camiseteria, o agito acontece do lado de fora, mas a loja fica aberta para que o público possa circular. “Não queremos promover venda no dia, e sim realizar encontros culturais entre as pessoas, desde o chill in pra quem vai sair, até a baladinha pra quem não quer sair mais tarde”, disse Rafael.

A camiseteria segue a tendência das concept stores, ou lojas que são ao mesmo tempo bares ou bistrôs com charme próprio. “Acho bacana porque é um lugar onde o cliente encontra diversão e supre a necessidade de fazer compras”, afirmou.

Trazendo referências à arte e ao universo da música, as camisas reforçam ainda mais o conceito do espaço. Entre os planos para o futuro, Rafael Rezz pretende ampliar as movimentações artísticas da loja e ocupar o segundo andar com uma programação rotineira. Para o próximo mês, o proprietário está programando uma exposição com obras do designer Matheus Muniz. Algumas telas de Rezz também podem ser vistas por todo o ambiente.

Hey You é rock‘n’roll

No mercado desde 2010, a Hey You (av. Constantino Nery, 46, Centro) é outro exemplo de ambiente que atrai públicos dos mais diversos segmentos culturais: skatistas, fotógrafos, publicitários e por aí vai. Uma tradição da loja são as happy hours que rolam às sextas-feiras, a partir das 17h.

“Vem sempre um pessoal trocar uma ideia, e a gente faz um barulho”, contou Rodrigo Melo, proprietário da loja ao lado do irmão, Rosano Conte. “O cliente acaba se tornando amigo. Temos na loja um violão, uma meia lua e uma controladora de som, então meios não faltam para o som rolar.O MC Fino já virou uma espécie de DJ residente da casa”, complementou Rodrigo.

Quem passa pela Hey You ainda pode ter a sorte de topar com um pocket show de bandas como Rock Rocket, que já se apresentou na loja duas vezes. A Rancore é outra banda que passou por lá esse ano, além do Sandro “Aditive”.


A ligação da loja com a música é tão forte que os proprietários já estão organizando, junto com a Bodó Produções, a segunda edição do Hey You Music Festival, que deve acontecer em 2013.

No ano passado, a loja também recebeu exposições dos grafiteiros Godo e Ricardo Prema. “Não é só mais uma loja que vende camisa. Oferecemos camisas, música e animação. É um negócio divertido, porque ganhamos experiência e curtimos um pouco”, finalizou Rosano. No que depender dos irmãos, o negócio vai ganhar ainda mais força, já que os dois são administradores por formação.