Publicidade
Entretenimento
Vida

Heróis menos conhecidos do público começam a protagonizar adaptações cinematográficas

Com mercado de adaptações consolidado, estúdios partem para HQs mais ‘lado B’ do catálogo das gigantes Marvel e DC, bem como de outros editoras 15/07/2015 às 17:37
Show 1
‘Homem-Formiga’ é um dos primeiros dessa onda
Lucas Jardim Manaus (AM)

Com a estreia de Homem-Formiga nesta semana, o público geral começa a ter um gostinho dos heróis menos conhecidos que as produtoras de Hollywood querem trazer para o cinema a partir de 2016. 

Eles não são exatamente “underground” (o Homem-Formiga, por exemplo, pertence a gigante Marvel, também dona dos célebres X-Men e Homem-Aranha), mas costumam passar batido fora dos círculos de quem acompanha o gênero.

Filmes como “Esquadrão Suicida” e “Pantera Negra” estão longe de representar a primeira vez que heróis “alternativos” (todas as aspas aí) chegam às telonas: produções como “O Monstro do Pântano” (1982) e “O Justiceiro” (1989) servem de claro precedente.

No entanto, é a primeira vez que os universos cinematográficos organizados das editoras se debruçam sobre outros heróis além de seus clássicos Superman, Homem de Ferro, etc... 

Vale lembrar que esses universos só foram possíveis por conta do sucesso da onda de filmes de heróis na década de 2000, parcialmente creditada à boa recepção do filme de um herói fora do “mainstream”, “Blade: O Caçador de Vampiros” (1998).

Com o calendário de lançamentos bem lotado, o BEM VIVER separa alguns heróis que talvez você não conheça, mas que devem pipocar num cinema perto de você nos próximos anos.

Deadpool

Depois de ver sua adaptação amargar anos na geladeira e ter uma aparição muito mal-quista pelos fãs em “X-Men Origens: Wolverine” (2009), o mercenário irreverente e boca-suja da Marvel deve finalmente ganhar versão nas telonas em 2016. O personagem será (de novo) interpretado por Ryan Reynolds em uma versão cheia de palavrões, sexo e humor negro que tem tudo para agradar fãs da HQ.

Conhecido como “Mercenário com uma Boca” por conta do seu jeito falastrão, Deadpool é mercenário desfigurado extremamente sarcástico, com poder de regeneração, e que sabe de sua natureza de personagem de HQ, o que o leva a “falar” para seu público diretamente várias vezes.

Esquadrão Suicida

Depois do trailer que foi sensação na Comic-Con 2015, muita gente está doida para conhecer este time de supervilões da DC. O conceito é simples: vilões presos são recrutados pelo governo dos EUA para missões sigilosas e clandestinas em troca de redução de sentenças.

Ainda que o grupo já tenha tido diversos membros nos quadrinhos, nos cinemas, ele será composto por Coringa, Arlequina, Pistoleiro, Crocodilo, Rick Flag, Capitão Bumerangue, Magia, Katana, El Diablo e Amarra. Detalhes da trama do filme, que chegará aos cinemas em 2016, no entanto, ainda são escassos.

Doutor Estranho

Também em 2016, o místico da Marvel Doutor Estranho chega às telas, interpretado pelo astro-sensação Benedict Cumberbatch. Um neurocirurgião que se mete com magia após se incapacitar profissionalmente por conta de um acidente de carro, ele protege a Terra contra ameaças sobrenaturais.

Tido como o maior mago do planeta, ele também é treinado em variadas artes marciais e é um exímio telepata. O filme estrelado pelo personagem será o segundo da Fase 3 do Universo Cinematográfico Marvel (UCM), vindo na esteira de “Capitão América: Guerra Civil”.

Bloodshot

O único dos heróis desta matéria a não pertencer nem a Marvel nem a DC, Bloodshot é um ex-soldado metamorfo com poderes de recuperação e desmemoriado que deve pintar pelos cinemas em 2017.

O personagem, publicado pelo selo Valiant, tem seus poderes por conta de nanocomputadores injetados em seu sangue e é parte de um experimento da organização PRS para criar supersoldados.

Bloodshot é atualmente a maior aposta da Sony para ter uma franquia própria, uma vez que os fracassos dos recentes filmes do Homem-Aranha fizeram-na entrar em um acordo de co-produção com a Marvel Studios para a realização dos próximos longas do aracnídeo.

Pantera Negra

Primeiro herói negro dos quadrinhos mainstream americanos (ele estreou em 1966), o Pantera Negra ganhará um filme solo em 2017, também como parte da Fase 3 do UCM.

O príncipe de um reino ficítico africano que fugiu para os EUA após um golpe de Estado, o herói tem super-agilidade, é um hábil estrategista e possui um uniforme de vibranium, metal ficcional que absorve vibrações (o mesmo material do que o escudo do Capitão América é feito). Antes de ter seu filme próprio, o personagem, que no UCM será interpretado por Chadwick Boseman, aparecerá em “Capitão América: Guerra Civil”.

Capitão Marvel

O nome “Capitão Marvel” já foi atribuído a diversos personagens e heróis no universo da editora, e mesmo fora dela: até a rival DC chegou a ter um, por mais inconsistente que isso parecer.

A maioria dos personagens que assumem essa identidade ganham seus poderes através da tecnologia ou da genética da raça alienígena Kree, que aparece em diversos quadrinhos da Marvel.

A versão mais recente do herói é uma mulher, Carol Denvers (que já foi a Ms. Marvel, só para complicar mais), e é ela quem aparecerá no filme solo da HQ em 2018, sendo a primeira heroína a ter seu próprio longa dentro do UCM.

Shazam

Lembra do “Capitão Marvel” da DC? Para se diferenciar do personagem da rival, o herói foi rebatizado de Shazam em 2011. Shazam é Billy Batson, um homem que, ao pronunciar o nome de seu alter-ego, ganha força e poderes sobrehumanos.

Segundo os quadrinhos, Shazam é uma referência aos entes cujos poderes o herói invoca: Salomão (sabedoria), Hercules (força), Atlas (resistência), Zeus (poder), Aquiles (coragem) e Mercúrio (velocidade). Ele deverá chegar aos cinemas em 2018, quando passará a fazer parte do Universo Cinematográfico da DC.