Publicidade
Entretenimento
MÚSICA

Jay-Z e Kendrick Lamar lideram indicações de Grammy dominado por homens

O álbum “4:44” de Jay-Z é cogitado para oito prêmios de uma lista que deixou as mulheres de lado em algumas das categorias mais importantes 29/11/2017 às 09:42
Show 485
Foto: Benoit Tessier/Reuters
Piya Sinha-Roy (Reuters)

O álbum confessional de Jay-Z sobre amor, vida e fraturas sociais liderou as indicações ao Grammy, sendo cogitado para oito prêmios de uma lista que deixou as mulheres de lado em algumas das categorias mais importantes e ignorou Katy Perry completamente.

“4:44”, de Jay-Z, foi indicado a disco do ano, uma das três principais estatuetas do Grammy. A faixa título e “The Story of O.J.” concorrem a canção e gravação do ano.

O álbum competirá como disco do ano com “24K Magic”, do astro de R&B Bruno Mars, “Melodrama”, da cantora pop neozelandesa Lorde, “Awaken, My Love!”, do artista de hip hop Childish Gambino e “Damn.”, de Kendrick Lamar.

Lamar recebeu sete indicações ao todo, Mars foi lembrado em seis, inclusive nas três maiores, e Childish Gambino, o alter ego do ator Donald Glover, em cinco.

“Despacito”, grande sucesso do cantor portorriquenho Luis Fonsi com a colaboração de Justin Bieber e Daddy Yankee, concorre em três categorias, entre elas canção e gravação do ano.

A 60ª edição do Grammy Awards, que é a maior premiação da música e homenageia os maiores lançamentos do ano em mais de 80 categorias, acontecerá no dia 28 de janeiro no Madison Square Garden, na cidade de Nova York.

As músicas lançadas entre outubro de 2017 e setembro de 2017 se qualificaram para os prêmios deste ano, que serão decididos pelos membros da Academia Fonográfica, composta de profissionais da indústria musical.

Publicidade
Publicidade