Publicidade
Entretenimento
Buzz

Kate Middleton é "proibida" de usar "fascinator" no cabelo

--- 22/02/2012 às 21:50
Show 1
Kate Middleton na cerimônia da Trooping of Colour, em Londres
MARIA EUGÊNIA TOMAZINI do UOL São Paulo

Até meados de 2011, o fascinator, tradicional acessório inglês de cabelo, não ultrapassava os limites das rodas de bate-papo entre entendidos de moda e moderninhos.

No entanto, o casamento real, em abril passado, fez com que mundo inteiro “aprendesse” o que eram os tais chapeuzinhos ao mesmo tempo em que o item se popularizou – eles, que até então só eram encontrados em lojas especializadas e feitos sob medida, foram rapidamente absorvidos pelo vestuário casual, virando o “tem que ter” até em baladas. Entretanto, os dias do acessório favorito de Kate Middleton estão contados - pelo menos no que depender do Royal Ascot.

Um dos principais eventos sociais da família real – o Royal Ascot é uma corrida de cavalos que foi criada há 300 anos pela rainha Ann. Embora seja o maior evento do gênero no Reino Unido, o motivo que atrai o olhar curioso do mundo inteiro para Berkshire, Inglaterra, durante uma semana no mês de junho está distante dos cavalos e cavaleiros: são os looks das convidadas que acabam ganhando destaque em jornais e revistas nas semanas seguintes.

Isso porque, ocasião de tamanha importância requer um rigoroso código de vestimenta que, além de servir de parâmetro para o evento, também é termômetro do que a família real irá usar no decorrer do ano.

Este ano, porém, uma regra chamou a atenção da ala feminina – a proibição de fascinators e qualquer acessório para cabeça que seja menor do que 10 centímetros (isso mesmo, a regra é rígida ao ponto de contar centímetros!).

A mudança, segundo comunicado oficial, foi para dar mais formalidade e voltar às raízes tradicionais do evento. Vale lembrar que a Duquesa de Cambridge foi um dos ícones do fenômeno fascinator: só no ano passado, ela usou o acessório em 11 aparições oficiais, com direito a repeteco da mesma peça em diferentes ocasiões.