Publicidade
Entretenimento
Buzz

Kristen Wiig diz que sentirá falta do 'Saturday Night Live'

A atriz disse em entrevista que deixar o programa cômico de TV "será difícil", mas que todos precisam um dia se separar do que amam 10/04/2012 às 07:22
Show 1
Kristen Wiig e Jon Hamm em cena de "Solteiras com Filhos"
uol/celebridades ---

A atriz Kristen Wiig, conhecida por sua participação no "Saturday Night Live" e por seu papel no filme "Missão Madrinha de Casamento" disse na segunda-feira (9) que deixar o programa cômico de TV "será a coisa mais difícil", mas que todos precisam um dia se separar do que amam.

Wiig, de 38 anos, não confirmou rumores de que deixaria o "SNL" ao final do seu contrato, neste ano, depois de sete anos participando da atração como atriz e redatora.

Mas ela disse ao podcast "Here's The Thing", apresentado quinzenalmente pelo ator Alec Baldwin no site WNYC.org, que lamentaria abrir mão da companhia dos atores e redatores do programa.

"Vou sentir falta da camaradagem e vou sentir falta de ver todos esses rostos todos os dias, e do que as pessoas me trazem em termos criativos. A musculatura criativa que você tem quando está no 'SNL', sabe, é acelerada", disse Wiig, que no programa interpreta, entre outras personagens, a rigorosa critica de cinema Aunt Linda.

"Eu vou dizer quando de fato sair que não é porque estou cansada e não é porque eu veja algo melhor ou coisa que o valha. É simplesmente porque chegou a hora. Quando eu sair, será a coisa mais difícil ... Mas é preciso deixar as coisas que amamos", acrescentou.

Wiig alcançou o status de estrela com o sucesso de "Missão Madrinha...", comédia feminina que foi um dos grandes sucessos de 2011, e da qual ela foi protagonista e corroteirista. Ela já rejeitou uma proposta para fazer uma sequência do filme.

A atriz contou a Baldwin que seu próximo trabalho será a comédia dramática "Imogene", com Annette Bening, em que ela interpreta uma escritora de Nova York vivendo o fim de um relacionamento. "Sem entregar muito, as pessoas acham que eu tentei me matar", disse ela, que revelou também ter o desejo de fazer um filme dramático.