Publicidade
Entretenimento
ESPETÁCULO

Musical de clássico da literatura mundial 'Les Misérables' emociona em super produção

Repaginado, clássico do escritor francês Victor Hugo está em cartaz na cidade de São Paulo até início de dezembro, no Teatro Renault 24/09/2017 às 06:30
Show zbv1024 000f
Após estrear nos palcos quando criança no papel de Cosette, atriz Laura Lobo volta ao espetáculo como Eponine (Fotos: Marcos Mesquita/Divulgação)
Natália Caplan São Paulo

As cortinas mal se abrem, a orquestra começa a tocar e todos respiram fundo para mergulhar em um dos maiores clássicos da literatura mundial. Escrita pelo francês Victor Hugo (1802-1885), “Les Misérables” foi transformado em um musical já foi assistido por mais de 70 milhões de pessoas no mundo todo. No Brasil, a apresentação está em cartaz no Teatro Renault, em São Paulo, até 10 de dezembro.

A história ocorre na França do século 19, quando Jean Valjean é perseguido pelo policial Javert por ter violado a liberdade condicional. Na montagem brasileira, o protagonista em busca de redenção é Daniel Diges, que já interpretou o ex-prisioneiro na versão espanhola. Mas o mais interessante é que a primeira produção original da obra no País abriu a casa de espetáculos paulistana, há 16 anos. A brasiliense Laura Lobo estava lá.

“É uma sensação muito interessante estar de volta ao mesmo musical, agora, adulta. Ainda tenho algumas lembranças daquela época e de como era estar nesse teatro, como criança”, afirma, ao recordar a oportunidade de viver o papel de Cosette, aos nove anos de idade, quando estreou nos palcos. “Agora, como adulta, consigo fazer links com a minha própria experiência e é um privilégio”, completa.

Hoje, aos 26 anos, a atriz dá vida ao dramático amor não correspondido de Eponine por Marius (Filipe Bragança), que se apaixona por Cosette (Clara Verdier), criada por Jean Valjean (foto acima), após a morte da mãe, Fantine (Kacau Gomes). “Só Pra Mim” (On My Own), uma das canções mais famosas do musical, inclusive, é cantado pela artista que atuou em outros espetáculos, como “O Mágico de OZ”, “Cats” e “Meu amigo Charlie Brown”.

“Confesso que é bem tenso [cantar essa música]. No começo do processo, era ainda mais difícil para mim; encontrar a nuance como atriz e como cantora. Tive a sorte de ter diretores incríveis, que me apoiaram muito e pavimentaram toda a estrada que se abria na minha frente. Tive muita sorte. Hoje, já estou mais tranquila, mas sempre bate um friozinho na barriga antes de entrar nesse solo”, revela.

Comédia em meio ao drama

Apesar de o coração do público ficar choroso pelas lutas, mortes e desencontros da trama, as interpretações de Ivan Parente (Thénardier) e Andrezza Massei (Madame Thénardier) trazem cores em meio à veia dramática de “Les Misérables”. A cada cena e ao final do espetáculo, eles são ovacionados pelos espectadores, que mal se contém de tanto rir. É um show para toda a família e imperdível para quem pretende passear pela capital paulista neste semestre.

“Para mim é um privilégio, poder levar um alívio ao público em meio a tantos dilemas pessoais e poder fazer piada em um cenário onde tudo remete a uma reforma moral; é ao mesmo tempo desafiador, mas muito gratificante. É tomar um fôlego, uma energia extra pra seguir adiante e digerir toda aquela realidade dramática”, declara a atriz que interpretou a freira Maria Patrícia, no musical “Mudança de Hábito”.

Ainda na opinião dela, a comédia é fundamental na trama, pois é uma oportunidade de se divertir em meio às cenas trágicas. “O tempo do humor é mágico, porque transforma, dando espaço para o público respirar e digerir o que viu, contribuindo para olhar para aquela história por outra perspectiva”, enfatiza. “Fico feliz em ser recebida com tanto carinho e ter conseguido conquistar nosso espaço, ajudando o público a se emocionar”, finaliza.

Produção e Elenco

Esta repagniada de Alain Boublil e Claude-Michel Schönberg foi para celebrar o 25º Aniversário da produção em Londres (2010). O elenco principal da montagem brasileira é formado por: Daniel Diges (Jean Valjean), Nando Pradho (Javert), Kacau Gomes (Fantine), Clara Verdier (Cosette), Laura Lobo (Eponine), Filipe Bragança (Marius); Pedro Caetano (Enjolras), Ivan Parente (Thénardier) e AndrezzaMassei (Madame Thénardier).

Curiosidades sobre ‘Les Misérables’

- Já foram realizadas mais de 51 mil performances profissionais em todo o mundo e o musical já foi visto por mais de 70 milhões de pessoas.

- No dia 8 de outubro de 2015, a produção londrina de LesMisérables comemorou o 30º aniversário. É o musical mais antigo do mundo em cartaz e celebrou 12 mil performances somente em Londres em 25 de outubro de 2014.

- Ganhou mais de 125 grandes prêmios de teatro, incluindo 8 Tony Awards e 5 Drama Desk Awards. Recentemente, a produção recebeu cinco prêmios Helpmann Awards na Austrália, incluindo melhor musical.

- Foram feitos 47 gravações de LesMisérables, incluindo álbuns, singles, álbuns de download sinfônicos e digitais.

- Já foi traduzido para 22 idiomas: inglês, japonês, hebraico, húngaro, islandês, norueguês, alemão, polonês, sueco, holandês, dinamarquês, francês, tcheco, castelhano, crioulo maurício, flamengo, finlandês, espanhol da argentina, português, estoniano, mexicano e coreano.

- 101 Pessoas fazem parte do elenco e equipe diretamente envolvidos para realizar uma única apresentação; e cada performance tem 392 trajes completos com 1.782 itens de vestuário e 31 perucas.

SERVIÇO

O quê: Musical Les Misérables

Quando: até 10 de dezembro, sempre de quinta à domingo;

Onde: Teatro Renault - Avenida Brigadeiro Luís Antônio, 411, Bela Vista, São Paulo;

Ingressos: de R$ 25 a R$ 330 pelo site ou na bilheteria.