Publicidade
Entretenimento
Livro Geração Y

Livro “ decifra” o perfil dos jovens da Geração Y

Obra de Alfredo Motta e Marcos Calliari aborda aspectos relacionados aos jovens nascidos entre os anos de 1980 e 1995 21/08/2012 às 12:07
Show 1
Livro mostra algumas nuances do perfil dos jovens da chamada geração Y
--- ---

Eles são participativos, menos preconceituosos e possuem grande potencial produtivo.  Por outro lado, são consumistas, superficiais e pouco flexíveis. O perfil definido por estudiosos tenta classificar os integrantes da geração Y, pessoas nascidas entre os anos de 1980 e 1995.

Mesmo sem gostarem muito deste rótulo, os autores do livro “Código Y – Decifrando a geração que está mudando o Brasil”, da Editora Évora, usam a terminologia para poderem traçar um perfil destes jovens em diversos ambientes como o familiar e o de trabalho e também apontar dados que podem ajudar inclusive empresas que desejam maximizar a abrangência de um produto ou serviço já de olho neste público específico.

Os autores também aponta os desafios atrelados à chegada por exemplo da geação Y ao mercado de trabalho. “A chegada de jovens da geração Y no mercado de trabalho é potencialmente problemática, mas pode se tornar extremamente frutífera. A primeira providência é adequar a vida corporativa aos valores de uma nova geração, valores que certamente serão permanentes a partir de agora.

Assim, regras como horário rígido, gestão por tarefas, dress code, ordens inquestionáveis e falta de feedback devem ser avaliadas e, se possível, alteradas.  Acomodar jovens da Geração Y é trazer para dentro da organização a geração com maior potencial produtivo da história, com a maior escolaridade, maior autonomia, muita iniciativa, capacidade de trabalho em grupo, multi-disciplinar”.

O livro revela algumas curiosidades como o desejo de morar uma temporada no exterior fazer parte do projeto de vida de 79,3% dos jovens brasileiros e que 77% deles se envolvem com a empregabilidade.