Publicidade
Entretenimento
lançamento livro Cem histórias de paixão por Manaus

Livro relata histórias de amor por Manaus

Publicação da Editora da Amazônia conta histórias de 100 pessoas que vieram a Manaus por diversos motivos e acabaram ficando na cidade. O livro vai ter sessão de autógrafos nesta quinta-feira (03), às 17h. 02/05/2012 às 13:48
Show 1
Livro conta histórias de apaixonados por Manaus
Cassandra Castro Manaus

Histórias de vida de pessoas que não nasceram em Manaus, mas chegaram aqui atrás de oportunidades e realização de sonhos.  Elas são contadas no livro “ Cem Histórias de Paixão por Manaus”  livro da Editora da Amazônia que está com um stand na Bienal do Livro Amazonas que é realizada no Studio 5 – Centro de Convenções. 

No dia 3 de maio, os jornalistas de A Crítica que participaram da edição do livro que vão estar no stand para um bate-papo com o público e sessão de autógrafos.  “ Cem Histórias de Paixão por Manaus “ foi um livro que surgiu depois de um trabalho realizado por um grupo de jornalistas do jornal A Crítica, como conta o coordenador editorial da obra, Diamantino Júnior. “ Nós fizemos um caderno especial sobre o aniversário de Manaus em 2011 e a ideia de escrever o livro veio logo depois.  Foi um processo muito rápido que durou um mês”. A capa do livro foi criada pelo cartunista Romahs.

Cinco jornalistas de A Crítica participaram do projeto: Ana Célia Ossame, Leandro Prazeres, Gerson Severo, Lucy Rodrigues e Cesar Augustus Coelho. Foram escolhidas 100 pessoas que escolheram Manaus para viver . Cada um dos jornalistas colheu depoimentos de 20 personagens, pessoas que mostraram por meio de seus relatos, como Manaus é amada também por pessoas de outros lugares.

Para a jornalista Ana Célia Ossame participar da elaboração do livro foi uma experiência muito interessante. “ Eu pude fazer o que mais gosto no jornalismo, ouvir as histórias das pessoas e escrevê-las. Um ingrediente especial, o de falar da paixão por Manaus, o que fez a pessoa ficar aqui, gerou depoimentos maravilhosos e, sem poder evitar a redundância, apaixonados mesmo que mereciam o registro no livro. 

Ana Célia acha que a bienal vai ser uma grande porta para divulgar a obra que “ é importante por trazer ao conhecimento do público personagens de todos os continentes que se juntaram a nós, manauenses, para construir essa cidade plural até no nome”, fala Ana Célia citando uma fala do poeta Aldísio Filgueiras.

O jornalista Leandro Prazeres nasceu no Rio de Janeiro e passou por outros estados antes de vir trabalhar em  Manaus. Ele conta que o fato de também não ser da cidade ajudou a entender as impressões das personagens ouvidas.  “ Foi interessante ver o quanto elas desconheciam a cidade e como se surpreenderam ao chegar aqui e se depararam com  uma cidade enorme”, lembra.

Dentre os depoimentos colhidos por Leandro, ele recorda o do Sr. Shiro, do Supermercado Fuji.  “ O Sr. Shiro veio para Manaus em um navio direto do Japão, uma história que mostra a perserverança, a fé de pessoas que vão para um lugar novo para reconstruir a vida”.

O livro vai ter sessão de autógrafos nesta quinta-feira (03), às 17h.