Publicidade
Entretenimento
Buzz

Marcelo Tas afirma que a TV aberta está 'cega' por não atender ao público infantil

"Acredito que exista uma oportunidade de conteúdo grande para crianças e com crianças", contou o apresentador 11/07/2012 às 10:58
Show 1
O jornalista Marcelo Tas em São Paulo (21/3/12)
uol/televisão ---

Durante apresentação do programa “Conversa de Gente Grande”, nesta quarta-feira (11), Marcelo Tas defendeu a inclusão de programas infantis na TV aberta. "A TV aberta está cega por não atender ao público infantil. Acredito que exista uma oportunidade de conteúdo grande para crianças e com crianças". 

A atração estreia no domingo (15) na Band, às 20h, antes do “Pânico na Band”. O quadro trará debates sobre diversos assuntos entre crianças, o apresentador e um convidado especial. "Evitamos temas factuais porque estamos gravando desde fevereiro. As crianças falam de tudo, drogas, violência", adiantou Tas, que garantiu que elas são tratadas como "gente grande".  

As crianças têm de 3 a 11 anos. "Um dia entrevistei um 'micróbio' de 3 anos. Uma menina de 4 anos me mostrou como um ladrão anda. Ela era uma especialista em ladrão", contou o apresentador em tom de brincadeira. 

Participação
O primeiro entrevistado será o ex-jogador de futebol Pelé, que não driblou nenhuma pergunta e a pedido das crianças fez uma declaração sobre a Copa do Mundo no Brasil. "O Brasil merece mesmo um chute na bunda, pois as obras da Copa estão em um estado alarmante", disse o ex-jogador.

Audiência

De acordo com a coluna do Flávio Ricco, Tas declarou nos bastidores que ele irá para "guerra!”, referindo-se à audiência  nas noites de domingo. Ele demonstrou confiança com o sucesso do programa.

"Será 'uma briga muito simples' com o Faustão, Gugu e Silvio Santos. Estamos de coração aberto para conquistarmos nosso espaço. Temos um conteúdo inédito, estamos oferecendo uma outra opção para a família brasileira", disse o apresentador.  "Só podemos acertar fazendo um bom produto", completou o diretor da emissora Diego Guebel.

Mesmo com um novo programa, Marcelo Tas garantiu que o "CQC" continua sendo sua prioridade.