Publicidade
Entretenimento
Buzz

Marcelo Tas rebate crítica de Rafinha Bastos ao CQC

"Ele não teve a humildade de ouvir o outro lado e debater", disse Tas sobre Rafinha 01/08/2012 às 11:12
Show 1
O jornalista Marcelo Tas em São Paulo (21/3/12)
uol/televisão ---

Depois de Rafinha Bastos dizer que o “CQC”, da Band, virou um programa de “bundão”, o jornalista e apresentador Marcelo Tas afirmou em entrevista à revista “Quem”, que chega às bancas nesta quarta (1°), que não achou errado a saída do humorista do programa em 2011.

“Não acho injusto e também não acho que seja o caso de ele voltar para o “CQC”. Quem saiu foi ele. Ele não foi expulso, isso é mentira. Ele pisou no tomate e não teve a humildade de ouvir o outro lado e debater. Ele foi embora sem dizer adeus. Acho que é um processo de maturidade que ele ainda não atingiu.”

Polêmica

Rafinha Bastos foi entrevistado no programa Roda Viva, da TV Cultura, na segunda-feira (30) e afirmou que o "CQC" era mais ousado antigamente. “Na minha época, o programa arriscava muito mais", disse o humorista, que hoje apresenta o "Saturday Night Live" na Rede TV!.

Bastos também comentou o episódio da piada sobre a cantora Wanessa Camargo e seu bebê, que levou à sua demissão da Bandeirantes. Ele evitou mencioná-la pelo nome, apenas se referindo como “a cantora”.

“Uma das primeiras piadas que eu ouvi foi: ‘qual é o cúmulo da pontaria? Você come a mulher e acerta o bebê’”, falou. “Eu ouvi essa piada aos dez anos. Será que não tinham outros interesses por trás para acontecer tanta polêmica?", questionou.

Ele disse que não pediu desculpas públicas pelo episódio, pois não achou que fez nada de errado, e criticou os colegas do "CQC" que se manifestaram contra a piada, Marco Luque e Marcelo Tas. “Tenho carinho por eles, por todos com os quais eu trabalhei no 'CQC', mas eles se equivocaram em se desculpar”.