Publicidade
Entretenimento
Fotografia

Médico registra recém-nascidos e vai expor fotos na mostra “Primeira Selfie”

Segundo Antonio Sanches, a exposição tem o intuito de desmistificar os tabus que algumas pessoas têm em relação ao nascimento 12/05/2016 às 11:14 - Atualizado em 12/05/2016 às 11:47
Show b0312 21f
Serão expostas 16 fotos impressas em papel A4
Laynna Feitoza Manaus (AM)

A rotina de um obstetra que diz se emocionar a cada pequeno choro que ouve nos partos que faz é retratada pela exposição “Primeira Selfie”, que acontecerá do dia 15 ao dia 29 de maio no Shopping Ponta Negra. A ideia da mostra partiu das imagens que o ginecologista e obstetra Antonio Orestes Sanches faz logo após o nascimento dos bebês, com autorização dos pais. “Eu sempre gostei de bebês. E quando me tornei obstetra criei esse hábito de tirar fotos dos partos que eu fazia”, declara.

Ele conta que, por muitas vezes, mostrava a imagem para alguém e guardava por um tempo, e que depois apagava. O médico aponta que, por já ter perdido as contas de quantos partos fez, é impossível guardar todas as fotos. “Nesse último ano, comecei a postar as fotos para as próprias pacientes verem seus bebês. Durante uma conversa com meus amigos, um primo meu me deu a ideia de fazer uma exposição”, diz ele, que clica as fotos com o próprio celular.

Neste primeiro momento, Sanches vai expor 16 fotos impressas em papel A4. “Digo primeiro momento porque tenho convites para novas exposições em outros lugares. E quase todos os dias faço novas fotos. Ainda não tem nada certo, mas outros shoppings mostraram interesse”, destaca ele, que pondera: esta é uma exposição em constante mudança.

“Como tiro as fotos depois que termino de fazer o parto, nem sempre consigo fotografar todos. Apenas os que nascem bem”, complementa. Para compor as imagens, Antonio relata que é sempre a mesma sequência: terminar o parto, lavar as mãos e tirar a foto. “Peço autorização e gosto de mostrar para os pais antes de postar”, diz.

O lidar

Segundo Sanches, a exposição tem o intuito de desmistificar os tabus que algumas pessoas têm em relação ao nascimento. “Mostrar realmente o parto como algo natural. Muitos nascem cobertos por uma substância que denominamos de vernix caseoso, que nada mais é que uma espécie de cera que cobre a pele do bebê. Algumas pessoas se assustam com isso, que é normal”, coloca o médico.

Ainda conforme o médico, todos os pais gostam da proposta das fotos. “Pelo menos até hoje nenhuma mãe ou pai me negou uma foto. Quando faço cesárea, mostro para a mãe quando a mesma está deitada na maca de cirurgia. Elas gostam e ficam mais calmas ao ver o bebê bem”, coloca, lembrando que já houve casos em que o bebê teve que ir para a UTI e a mãe o viu pela primeira vez por meio de alguma foto clicada pelo médico.

“Às vezes até tenho que ‘correr’ para tirar fotos antes que levem eles. Algumas vezes o bebê nasce bem, mas vai ficando ‘cansadinho’ com o tempo e precisa ser levado para a UTI. Mas a foto é feita antes de levarem. A não ser em casos extremos. Aí, claro que a prioridade é o bem do bebê”, orienta. Na abertura da exposição, haverá um coquetel com música ao vivo pelo cantor Gil Valente. A mãe que reconhecer seu bebê na exposição vai ganhar a foto impressa no final da mostra.

Serviço

o quê: Exposição "Primeira Selfie"

quando: De 15 a 29 de maio, às 18h

onde: Shopping Ponta Negra (Av. Coronel Teixeira, 5705, Ponta Negra)

quanto: Gratuito