Publicidade
Entretenimento
Buzz

MGM abre processo contra o ex-pugilista Jake LaMotta

Segundo o site da revista "Deadline Hollywood", a denúncia foi apresentada nesta quarta-feira (4), em sete páginas, e a MGM exige a paralização das filmagens do longa, que acontecem em Los Angeles, nos Estados Unidos 04/07/2012 às 15:33
Show 1
O ex-pugilista Jake LaMotta
UOL/CINEMA ---

A MGM está processando o ex-pugilistaJake LaMotta, de 91 anos, e os produtores de "Touro Indomável 2", por quebra de contrato e outras quatro acusações.

Segundo o site da revista "Deadline Hollywood", a denúncia foi apresentada nesta quarta-feira (4), em sete páginas, e a MGM exige a paralização das filmagens do longa, que acontecem em Los Angeles, nos Estados Unidos.

O estúdio, que pretende cancelar a continuação, alega que LaMotta não tinha o direito de permitir a produção do filme, sem primeiro oferecê-lo a ele. Isso porque em 1976, LaMotta assinou um acordo que estabelecia a preferência da MGM para qualquer sequência envolvendo as memórias do pugilista.

Na acusação, a MGM também diz que "Touro Indomável 2" não tem qualquer associação com o primeiro longa, que foi dirigido por Martin Scorsese.

O livro, no qual o filme foi baseado, foi escrito pelo próprio LaMotta, em parceria com Chris Anderson e Sharon McGehee, e fala sobre a vida do pugilista antes e depois do que foi retratado no filme de Scorsese.

Em "Touro Indomável", Robert DeNiro interpretou o papel principal, e venceu o Osacar por ele. No novo filme, William Forsythe (Boardwalk Empire) é LaMotta, e a direção é do argentino Martin Guigui (Além da Escuridão)