Publicidade
Entretenimento
MODA

Minas Trend lança novos talentos e apresenta as tendências para as próximas temporadas

Em sua 21ª edição e encerrando as comemorações pelos 10 anos de existência, o evento realizado reúne, até esta sexta-feira (6), mais de 212 participantes em diversos segmentos 04/10/2017 às 11:29 - Atualizado em 05/10/2017 às 15:57
Show abe img ms i18 065
Desfile de abertura foi marcado pela intensidade do vermelho em harmonia com tons terrosos e prestou homenagem ao compositor mineiro Fernando Brant. (Foto: Agência Fosite)
Lucy Rodrigues* Belo Horizonte (MG)

Uma das maiores semanas de moda do País e salões de negócios do setor na América Latina,  o Minas Trend iniciou seus desfiles oficiais para a temporada Outono-Inverno 2018 no final da tarde desta terça-feira (03), no Expominas. Em sua 21ª edição e encerrando as comemorações pelos 10 anos de existência, o evento realizado pela Federação das Indústrias de Minas Gerais (FIEMG)  reúne, até esta sexta-feira (6), mais de 212 participantes do segmentos de vestuário, joias, bijuterias, bolsas, calçados e acessórios.

No desfile de abertura já deu para se ter uma boa mostra da proposta dos estilistas, marcadas pela força e intensidade do vermelho, em harmonia com tons terrosos e suaves. A cerimônia fez uma homenagem a um dos ícones do Estado, Fernando Brant, compositor falecido em 2015, cuja obra  inspirou uma apresentação especial que uniu moda e música brasileira, com a participação da orquestra de Câmara Sesiminas. 

Tendências
Abrindo o primeiro dia oficial de desfiles (3), o Sindicato das Indústrias de Joalherias, Ourivesarias, Lapidações e Obras de Pedras Preciosas, Relojoarias, Folheados de Metais Preciosos e Bijuterias do Estado de Minas (Sindijoias) desfilou pela primeira vez looks da Madrepérola. O belo trabalho dos joalheiros foi mostrado em peças suntuosas que “vestiam” as modelos, cobertas apenas por túnicas de cetim, desfilando ao som do coral SesiMinas.

Talentos
Depois, foi a vez do estilista Lucas Magalhães apresentar sua coleção. Revelado no concurso Empresa Tendência, em edições anteriores do Minas Trend, Magalhães  se inspirou nas artes urbanas inquietantes, no grafites em muros de grandes centros e nas relações pessoais para a nova coleção. Tecidos texturizados com diferentes técnicas do sintético ao tafetá compuseram os looks.  Na cartela de cores, novamente o vermelho acompanhado do amarelo, azul e preto em grafismos e estampas. Outro destaque foi a parceria com a marca de bolsas Lucchetto, da também mineira Mariana Magalhães. O modelo Milano foi escolhido para receber mix de textura e couro de cabra.

(A marca Molett, vencedora do concurso Ready to Go, estreou na passarela do Minas Trend. Foto: Agência Fosite)

Nessa 21ª edição, estreiam na passarela do evento a Molett, Led, Ronaldo Silvestre e Chocker. As três primeiras, aliás, são fruto do Ready to Go, o concurso de novos talentos que acontece semestralmente junto com a feira. Já Victor Dzenk não participa dessa edição.

Estreante da temporada, a Molett apresentou um desfile coeso, atendendo à expectativa do público, apostando nas cores da temporada, cinza, preto, com modelagens oversized, calças de moletom e saruel, jaquetas e sobreposições, mas sempre com bastante detalhes em vermelho e branco, quebrando a monotonia e “aquecendo” os looks. 

Já Natália Pessoa buscou inspirações nas paisagens tropicais da costa brasileira e inovou ao trazer para o inverno cores e estampas tropicais como flores e costelas-de-Adão. Os shapes são bem colados no corpo, com assimetrias, babados e decotes. Como um contraponto às vibrações das nuances quentes do vermelho, tonalidades terrosas como o rosa, o azul claro e musgo. Entre as tendências para acessórios, os maxibrincos com esferas e espirais, que apareceram também no desfile de abertura e parece que vieram para ficar.

Encerrando a primeira noite, a Plural e Unity Seven. A primeira veio com um desfile apostando nas cores clássicas de inverno, com muito cinza, preto e branco em tecidos como  veludo e lurex. Voltada para a moda festa, a Unity Seven veio com uma cartela de cores totalmente em tons pastéis. Verde, rosa e azul claros dominaram a coleção com vestidos em cetim, tafetá  bem estruturados, com caldas e muitos babados, remetendo aos anos 90.

* A jornalista viajou a convite da Federação das Indústrias de Minas Gerais