Publicidade
Entretenimento
Vida

Moda Parintins 2012: Acessórios que prometem dar um 'up' no seu visual

Confira as propostas, se inspire nos looks e aproveite o dois-pra-lá, dois-pra-cá com um visual digno de mulher mais bonita da tribo 24/06/2012 às 16:40
Show 1
Nil Lima adaptou as tendências da moda às cores dos bois Caprichoso e Garantido
LUCIANA SANTOS Manaus

Nos próximos dias, todos os olhares estarão voltados para o Festival Folclórico de Parintins e toda a movimentação que acontece por lá. Como muita gente já começa a preparar as malas para curtir a festa, o Vida&Estilo resolveu dar um ajudinha e mostrar os acessórios produzidos por artistas locais que prometem dar um up no seu visual.

Nil Lima e Werner Botelho foram os escolhidos e, cada um deles, a sua maneira, misturaram tradição e modernidade em suas criações. Confira o que cada uma das propostas oferece, se inspire nos looks e aproveite o dois-pra-lá, dois-pra-cá com um visual digno de mulher mais bonita da tribo.

Contemporâneo
Para quem adora o folclore da Ilha Tupinambarana mas quer passar longe das penas que ornamentam inúmeras  fantasias no Bumbódromo, Nil Lima criou acessórios inspirados nas cores de Caprichoso e Garantido, mas voltados aos padrões e materiais em alta no mundo da moda. O mix de materiais inclui contas, plumas, strass, correntes, rabo-de-galo, contas de bambu, e tecido como renda e cetim, utilizados no acabamento das peças.

“Criei uma coleção direcionada para a moda. São acessórios para quem gosta dos bois e de suas cores, mas com uma pegada fashion”, define.

Entre as criações do artista estão delicadas casquetes, que podem substituir os pesados cocares e serem utilizadas em festas pós período bovino; maxicolares e maxibrincos; braceletes com couro e metal; objetos com franjas; e tiaras trabalhadas com estamparias, onde podem ser vistas bocas em formato de coração e as caveirinhas -  que continuam as queridinhas do mundo da moda.

Além dos acessórios Nil também criou uma coleção de camisetas de malha customizadas, com aplicações de crochê no decote. Investir em peças básicas, na opinião do artista, é uma forma de curtir melhor a festa e ainda dar um destaque maior aos acessórios em homenagem ao seu boi preferido.

Quando se trata de usar os acessórios, Nil lembra que misturar diversas  peças está liberado, desde que o resultado esteja de acordo com o estilo e a atitude da mulher.

“Uma mulher estilosa e segura pode usar tudo junto, pois sabe que vai dar conta do visual. Para as mais discretas, o ideal é usar uma peça ou outra.  As regras de moda também valem para o Festival, mas nada impede que, como ocorre em outros momentos, sejam quebradas”, observa.

Couro de peixes
Werner Botelho também se inspirou em duas tendências de moda para criar sua coleção: as pedras brasileiras e o couro. Mas para regionalizar, optou pelo couro de peixes dos nossos rios, como o surubim, matrinxã, jaraqui e o famoso pirarucu. Às pedrarias e aos couros de peixe, o artista juntou ainda o cetim,  franjas em linhão,  palha, sementes e fibras para dar vida a maxicolares, brincos, cintos, chaveiros, bolsas e peças “três-em-um” que podem ser usadas como prendedores de cabelo, broches ou ombreiras.

Exemplares desta coleção de Werner estarão sendo exibidas numa exposição que inicia amanhã e vai até o dia 2 de Julho no Centro de Atendimento ao Turista em Parintins.

O artistas também conta que foi convidado pela Coca-Cola, empresa patrocinadora do Festival, para elaborar um kit que será entregue a um seleto grupo de convidados da multinacional durante a festa.

Werner diz ainda que iniciou a pesquisa para a concepção de uma nova coleção que será exposta na cidade de Palmas (TO).