Publicidade
Entretenimento
Vida

Morre aos 91 anos, dona Maria Ângela Faria, madrinha do Boi Garantido

De acordo com João Paulo Faria, neto de dona Maria, ela não estava doente e aparentemente faleceu sem sofrer. Ela morreu na manhã desta quinta-feira (20), em sua casa na cidade de Parintins 20/02/2014 às 12:23
Show 1
Homenagem do Boi Garantido à dona Maria Ângela no dia 12 de janeiro. Na ocasião, ela completou 91 anos
JOELMA MUNIZ Manaus, AM

Maria Ângela Albuquerque Faria, 91, madrinha do Boi Garantido, faleceu na manhã desta quinta-feira (20) no município de Parintins (distante 369 quilômetros de Manaus). Considerada uma espécie de embaixadora das cores de Parintins, ela deu vida a sua casa com as cores vermelho e branco, tornando o local um dos maiores pontos turísticos da cidade.

De acordo com João Paulo Faria, neto de dona Maria, ela não estava doente e aparentemente faleceu sem sofrer. “Meu tio (Paulinho Faria) foi levar frutas para ela, e a encontrou desacordada na cadeira de balanço”, disse em conversa com a reportagem.

A última ‘prosa’ de João com sua a avó foi como de costume. Ela alegre e espontânea, disse ao neto que estava cansada de cobrir o Boi Garantido (em tamanho natural), que ganhou na agremiação no dia 12 de janeiro quando completou 91 anos.

“Acho bom você vir buscar o seu boi. Ele ta dando muito trabalho!”, brincou Maria Ângela.

Última visita

No dia 12 de janeiro, a diretoria do Boi Garantido fez uma surpresa para dona Maria, e levou o boi da Baixa do São José para brincar na casa de sua madrinha. Israel Paulain (apresentador), batuqueiros e jovens do comando Garantido, estiveram na comemoração e mostraram a Maria Ângela a admiração da nação vermelho e branca a sua figura.

Enterro

Os locais de velório e enterro de dona Maria ainda não foram divulgados pela família. Mas, profissionais da assessoria de imprensa do Garantido, acreditam que o velório pode acontecer na Cidade Garantido, localizada na Baixa do São José.