Publicidade
Entretenimento
Vida

Mulheres ajudam sem perceber para a perpetuação do machismo

A luta pelos direitos iguais aos dos homens pode ser destruída pelo próprio universo feminino, com criticas e regras antigas 14/01/2013 às 11:34
Show 1
Muitas mulheres criticam umas as outras
acritica.com ---

Muitas vezes o puritanismo toma conta da opinião do universo feminino, censurar outras mulheres que se comportam de um modo mais liberal em relação ao corpo ou relacionamentos é comum, com isso, a perpetuação do machismo fica muito mais difícil ser controlada.

Mesmo sem perceber, as mulheres costumam estabelecer ‘regras’ que podem contribuir para o machismo, como por exemplo, educar meninos e meninas de forma diferente ou depender de um homem para se sentir plenamente feliz.

Gustavo Venturi, professor do departamento de Sociologia da USP (Universidade de São Paulo), explica que fenômenos como o machismo e outros tipos de discriminação só existem na medida em que os oprimidos incorporam os valores dos opressores. "Você tem uma naturalização dos valores dominantes que faz com que muitas pessoas reproduzam, até de forma inconsciente, a ideologia da qual são vítimas". 

De acordo com Tica Moreno, socióloga da Sempreviva Organização Feminista, o machismo é estrutural na sociedade. "Estamos falando de uma opressão que é histórica. E existe, sim, uma introjeção do machismo nas mulheres e isso é um dos mecanismos de sua manutenção", diz.

Atitudes machistas sem percepção  


Quando uma mãe educa uma menina de maneira diferente da que educaria um menino, fazendo com que a filha sempre ache natural lavar a louça do jantar enquanto o irmão joga video game na sala, por exemplo, é uma atitude machista. Quando uma mulher afirmar que não pensa em se casar ou ter filhos é visto como absurdo, é uma opinião machista. Quando uma mulher acha inaceitável que seu marido/companheiro ganhe menos do que ela, ou que pensa que homem sensível é fraco ou pouco másculo, está a fazer um juízo de valor extremamente machista. Essas e muitas outras atitudes, quando questionadas, tomam completamente a liberdade tão buscada bravamente por diversos Movimentos Feministas, influenciando indiretamente para o machismo.

Contudo, antes mesmo de as mulheres lutarem pelos famosos direitos iguais, é preciso rever os conceitos que cada uma carrega, se é viável criticar as escolhas, normalmente praticadas pelos homens, como um ato abusivo ou vergonhoso para o segmento feminino.

*Com informações do UOL