Publicidade
Entretenimento
Vida

Musculação traz mais benefícios a diabéticos do que aeróbica, segundo pesquisa

Um grupo que realizou atividades de musculação no período de oito semanas foi o que mais obteve resultados satisfatórios na melhora do setor psicológico dos pacientes. De acordo com o estudo, a musculação exerce melhores resultados por se tratar de uma atividade menos monótona, que relaciona movimentos ligados ao cotidiano 03/01/2013 às 12:37
Show 1
Cuidado na hora de fazer os exercícios de musculação
acritica.com Manaus, AM

Que os exercícios físicos fazem bem para a saúde, todos sabem. Mas o que poucos devem saber é que a musculação apresenta mais benefícios a diabéticos portadores da melitus tipo 2 do que as atividades aeróbicas. A descoberta se refere a uma pesquisa realizada em 2011, por especialistas dos departamentos de fisioterapia e endocrinologia do Hospital Geral de Cingapura.

Um grupo que realizou atividades de musculação no período de oito semanas foi o que mais obteve resultados satisfatórios na melhora do setor psicológico dos pacientes. De acordo com o estudo, a musculação exerce melhores resultados por se tratar de uma atividade menos monótona, que relaciona movimentos ligados ao cotidiano.

Conforme a Dra. Janise Lana Leite, geriatra e especialista em musculação para idosos, um dos problemas de se recomendar exercícios aeróbicos para diabéticos está nos riscos de bolhas e lesões nos pés durante caminhadas ou corridas.

“Diabéticos devem redobrar a atenção com os pés, pois bolhas ou machucados podem levar a um quadro mais grave. Em idosos, há ainda um risco aumentado de quedas e lesões, o que nos leva a preferir o exercício resistido com equipamentos ou pesos livres e com supervisão de professores qualificados”, ponderou a geriatra.

Porém, para praticar atividades físicas, é preciso estar atento à questão do nível glicêmico do paciente, de acordo com Leite.

“Em diabéticos deve-se evitar a prática de exercícios se a glicemia estiver acima de 250 mg/dl em jejum. Se a dosagem estiver abaixo de 100 mg/dl deve-se ingerir algum alimento à base de carboidrato durante ou após o exercício para evitar a hipoglicemia”, concluiu a especialista.