Publicidade
Entretenimento
INTERCÂMBIO

Músicos representam o Amazonas na Semana Internacional da Música

Até domingo, as cantoras Márcia Novo, Elisa Maia, Anne Jezini e as bandas Luneta Mágica, Alderia e Alaídenegão acompanham as discussões e debates em São Paulo 07/12/2017 às 17:26
Show 19787323 662229733982535 7587014109169985057 o
acritica.com Manaus

A música amazonense invade São Paulo, nesta quinta-feira (7), com as cantoras Márcia Novo, Elisa Maia, Anne Jezini e as bandas Luneta Mágica, Alderia e Alaídenegão, que representam o Estado na Semana Internacional da Música (SIM), uma das mais importantes feiras de negócios da música da América Latina.

Até domingo (10), os artistas vão participar de palestras, debates e workshops com temas voltados para o novo mercado da música, conceitos que estão transformando o cenário mundial, além de formas de capacitação.  

“É muito importante a maneira que estamos chegando na Semana Internacional da Música, temos a oportunidade de mostrar a nova cena da música amazonense, mostrar o nosso trabalho em conjunto no evento em que participam grandes produtores de festivais nacionais e internacionais, gravadoras, empresários, representantes de editais”, afirma Márcia Novo. “O intuito de estarmos em coletivo é para reposicionar o Amazonas no cenário nacional e trazer para o Estado investimentos, conexões, editais e grandes festivais”.

Davi Escobar, vocalista da Alaídenegão, reforça que a participação na SIM contribui para fomentar o mercado da música amazonense e que os integrantes do grupo estão focados em rodadas de negócios, palestras, showcase.

“Queremos fechar negócios e vislumbrar como será 2018, o ano em que a Alaídenegão completa 10 anos. Pensamos em propostas pontuais como fazer uma turnê maior ou lançar um DVD para celebrar a data”, comentou o músico.   “O propósito é fortalecer o vínculo com artistas de outros Estados e fazer essa ponte para ficar mais fácil de atravessar com o nosso som”.

Hoje, a partir das 20h, os amazonenses sobem ao palco na Noite de Manaus na Toca da Caboca São Paulo. “É um showcase que faz parte da programação da SIM e tudo é organizado por nós”, disse Escobar.