Publicidade
Entretenimento
livro Neuton

Neuton Correa lança segundo livro de crônicas na Bienal do Livro Amazonas

" A poesia do Homem Cavalo" é o terceiro livro de crônicas do jornalista que fará uma sessão de autógrafos no próximo domingo(6), no último dia da Bienal do Livro Amazonas 04/05/2012 às 14:25
Show 1
Neuton Correa lança segundo livro de crônicas
Mariana Lima Manaus

Dois anos de muita observação e curiosidade durante as viagens de ônibus por Manaus geraram 75 “crônicas do busão” publicadas no jornal e reunidas em um livro. “A poesia do Homem Cavalo” é o terceiro livro de crônicas do jornalista Neuton Correa e será lançado no próximo domingo (6) no último dia da 1ª Bienal do Livro Amazonas.

“O ônibus é apenas um motivo para contar as histórias. É apenas um elemento de passagem. É um local onde representa a realidade”, explica o jornalista e editor da coluna Sim & Não do Jornal A Crítica.

Formado em Filosofia pela Universidade Federal do Amazonas (Ufam), o parintinense explica que é possível fazer uma análise social durante uma simples viagem de ônibus: “O Transporte coletivo transporta pessoas e juntamente com elas, transporta suas histórias, dramas, alegrias, problemas sociais... Ele é o veículo literalmente da passagem. Os problemas sociais eu detecto em um olhar, ou em uma conversa. O ônibus é onde as coisas acontecem”, explica.

O “repórter do ônibus” conta em suas crônicas diferentes histórias que ora emocionam ora arrancam gargalhadas, todas escritas baseada em relatados ouvidos e anotados dentro dos coletivos.

“Eu aproveito essas histórias que não são usadas normalmente nos jornalismo diário. É uma forma de guardar na memória e quem sabe servir de referencia no futuro, para uma pesquisa ou algo do tipo”, conta o autor.

As crônicas de Neuton são publicadas na coluna do jornalista no jornal Manaus Hoje, todos os sábados, desde 2008. O autor diz que já ouviu informação de que seus textos têm sido usados dentro das salas de aula infantis, cursos de graduação e de formação de professores. “É um publico muito diversificado”, afirma.

Os textos leves, curtos e com riqueza de informação são típicos de um experiente jornalista que cultiva desde jovem ótimas leituras: “Na minha adolescência li muito Machado de Assis e José de Alencar”.

Os interessados em adquirir “A poesia do Homem Cavalo”, publicado pela Editora da Amazônia poderão ter acesso ao exemplar em estantes na Bienal do Livro do Amazonas. No próximo domingo (6), o jornalista estará no evento a partir das 17h realizando uma tarde de autógrafos.