Publicidade
Entretenimento
Buzz

Obama premia 'gigante' Bob Dylan, de quem é 'grande fã'

O artista não fez nenhum gesto de gratidão ou demonstrou qualquer emoção ao receber a medalha 30/05/2012 às 15:18
Show 1
O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, concedeu a mais alta distinção civil do seu país ao cantor e compositor americano Bob Dylan. A cerimônia ocorreu na Casa Branca (30/5/12)
AFP ---

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, concedeu nesta terça-feira a mais alta distinção civil do seu país ao cantor e compositor americano Bob Dylan, a quem qualificou de "gigante" e de quem se disse "um grande fã".

"Hoje em dia, todo mundo, de Bruce Springsteen a U2, deve muito a Bob", disse Obama em uma sala da Casa Branca, na presença do ícone da "música de protesto" dos anos 1960, que vestia um casaco com adornos prateados, gravata borboleta e óculos escuros, que usou durante toda a cerimônia.

"Não há gigante maior na história da música americana", afirmou Obama em alusão a Dylan, de 70 anos, 50 deles vividos nos palcos.

"Depois de todos estes anos, continua procurando um som, um pouquinho de verdade, e devo dizer que sou realmente um grande fã", acrescentou o presidente antes de pendurar a Medalha da Liberdade no pescoço do cantor e compositor, intérprete de canções como "Like a rolling stone", "A hard rain's gonna fall" e "Desolation row".

O artista não fez nenhum gesto de gratidão ou demonstrou qualquer emoção ao receber a medalha.

Nascido em 1961, um ano antes do lançamento do primeiro álbum de Bob Dylan, o presidente disse ter ouvido suas canções quando era estudante.

"O mundo se abriu diante de mim porque (Dylan) havia capturado algo vital sobre este país", afirmou.