Publicidade
Entretenimento
Vida

Operário descobre painéis que parecem ouro em paredes do Teatro Amazonas

O trabalho dos restauradores já indicou que deve haver ladrilhos cobertos por uma camada de tinta em mais sete lugares diferentes em toda a área externa do teatro. Após análise da mesma pelo Ateliê de Restauro da Secretaria de Cultura do Estado (SEC) já foi descartada a possibilidade de se tratar de ouro 24/08/2012 às 20:55
Show 1
Os ladrilhos dourados foram descobertos por acaso no muro lateral do teatro
Bruno Strahm Manaus (AM)

Um operário acabou descobrindo por acaso a existência de ladrilhos dourados na parede lateral do Teatro Amazonas. Os painéis estavam escondidos por baixo de camadas de tinta e fazem parte da arquitetura original do Teatro Amazonas.

Depois da descoberta, que ocorreu nesta sexta-feira (24), se cogitou a possibilidade das peças serem de ouro. Ainda na sexta-feira, após análise feita pelo Ateliê de Restauro da SEC, essa possibilidade foi descartada.

De acordo com o titular da Secretaria de Estado de Cultura (SEC), Robério Braga, o trabalho dos restauradores já indicou que deve haver ladrilhos escondidos em mais sete lugares diferentes em toda a área externa do teatro.

“Estes ladrilhos já existem na frente do Teatro, mas não sabíamos que as laterais também os possuíam. A equipe de restauro já verificou que alguns estão faltando e agora, começa o trabalho para saber a origem das peças e buscar outras que as substituam”, comentou no secretário.

A partir de agora, segundo Braga, o trabalho de restauro da pintura pelo qual o prédio passa respeitará a nova descoberta.

“O prédio foi originalmente concebido com eles. Era como ele existia no seu tempo áureo de existência, temos que levar isso em conta. Não sei dizer o motivo exato pelo qual eles foram cobertos, talvez porque estivesse faltando algumas partes”, completou.

Acreditava-se que as pequenas pastilhas douradas existiam somente na frente do prédio, onde são visíveis.


Ouro

Em nota, a Agência de Comunicação do Estado do Amazonas (Agecom) informou que o material encontrado na parede do Teatro Amazonas não é ouro.

“A análise feita pelo Ateliê de Restauro e pela equipe da Gerência de Patrimônio Histórico e Cultural da SEC revelou que não se trata de ouro o material encontrado em uma das laterais do Teatro Amazonas. São pastilhas decorativas douradas. A partir desta semana, as equipes da secretaria irão realizar um estudo em todas as laterais e fachadas para detectar onde mais existem essas pastilhas”.