Publicidade
Entretenimento
Inscrições orquestra

Orquestra Sinfônica Brasileira abre inscrições para o preenchimento de vagas

As inscrições começam no dia 1º de agosto e prosseguem até o dia 15. Análise curricular e audição integram etapas da seleção 30/07/2012 às 11:08
Show 1
Orquestra Sinfônica Brasileira Jovem
acritica.com Manaus

A Orquestra Sinfônica Brasileira vai abrir inscrições para os interessados em integrar a orquestra. Há vagas nos seguintes naipes: violino, viola, violocenlo, contrabaixo, oboé, fagote, tropa e trombone. Podem se candidatar músicos de todo o país que vão passar por etapas de análise curricular e provas de audições.  As inscrições serão feitas exclusivamente pelo email selecao@osb.com.br e devem cumprir as exigências do edital disponível no site da OSB: www.osb.com.br.

Os candidatos passam por duas etapas de seleção: análise curricular e audições. O prazo para análise é de 16 a 22 de agosto e o resultado sai no dia 23. Os selecionados através do currículo participam das audições entre os dias 27 e 29 de agosto, dentro do seguinte cronograma: dia 27, oboé, fagote, trompas e trombones; dia 28, violas e baixos; e dia 29, violinos e violoncelos. As audições serão realizadas em períodos da manhã e da tarde, sendo o candidato avisado dos horários após confirmação de sua seleção para essa etapa. Os músicos de outros estados deverão arcar com despesas de passagem e hospedagem. A contratação do músico seguirá os preceitos da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT) e os detalhes de remuneração estão no site da OSB. O salário mensal base é de 6 mil reais, podendo chegar até 11 mil, um dos três maiores do Brasil.

A OSB

Fundada em 1940 pelo Maestro José Siqueira, a Orquestra Sinfônica Brasileira é o mais tradicional conjunto sinfônico do país, sendo reconhecida pelo pioneirismo de suas ações: primeira orquestra brasileira a realizar turnês pelo Brasil e exterior, apresentações ao ar livre e projetos de formação de plateia. As missões institucionais da OSB contemplam a conquista de novos públicos para a música sinfônica, o incentivo a novos talentos e a divulgação de um repertório diversificado, objetivos alcançados em mais de quatro mil concertos realizados durante sete décadas de trajetória ininterrupta.

A história da OSB se compôs através da contribuição de grandes músicos e regentes como Eleazar de Carvalho e Isaac Karabtchevsky. Além de ter revelado nomes como Nelson Freire, Arnaldo Cohen e Antônio Meneses, a OSB também contou em sua história com a colaboração de alguns dos maiores artistas do século XX: Leonard Bernstein, Zubin Mehta, Kurt Sanderling, Arthur Rubinstein, Martha Argerich, Kurt Masur, Claudio Arrau, Mstislav Rostropovich, Jean-Pierre Rampal e José Carreras, dentre outros.

As atividades da OSB são viabilizadas pelo apoio da Prefeitura do Rio de Janeiro, do Banco Nacional do Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), da mineradora Vale e de um conjunto de investidores da iniciativa privada. Suas séries de concertos acontecem na mais importante sala de espetáculos do Rio de Janeiro, o Theatro Municipal. Com a Série Safira, apresentada na Sala São Paulo, a OSB também marca presença na maior cidade brasileira, além de viajar regularmente por outras capitais com espetáculos gratuitos em praças e teatros.