Publicidade
Entretenimento
Vida

Os favoritos para levar a melhor no Oscar 2013

Cada vez mais ligado à cultura pop e buscando tornar a premiação um atrativo, também, ao público jovem, o Oscar já passou por inúmeras mudanças em seu regulamento ao longo do tempo. A principal delas, que começou a vigorar em 2010, foi o aumento do número de indicados à categoria de Melhor Filme: ao invés de cinco longas, dez concorreriam ao prêmio máximo da noite 03/01/2013 às 09:52
Show 1
Cena do filme 'A Hora Mais Escura', um dos favoritos
Gabriel Machado Manaus, AM

Com o início da temporada de premiações do cinema cada vez mais perto – o Globo de Ouro, no próximo dia 13, dá a sua largada –, é comum que os principais jornais do mundo e sites especializados comecem a analisar a “cereja do bolo” deste período: o Oscar. A cerimônia, que acontecerá em 24 de fevereiro no Teatro Dolby, Los Angeles, terá seus indicados anunciados na próxima quinta-feira.

Astros consagrados como Steven Spielberg, Anne Hathaway, Ben Affleck e Kathryn Bigelow e “novatos” como Jennifer Lawrence, Bradley Cooper, Jessica Chastain e Quvenzhané Wallis (atriz de apenas nove anos que vem conquistando o público e a crítica com a sua atuação em “Indomável Sonhadora”) são apenas alguns do nomes que poderão ser agraciados pela Academia de Artes e Ciências Cinematográficas de Hollywood, entidade responsável pelo Oscar, com a sonhada estatueta do homem dourado.

Mudanças

Cada vez mais ligado à cultura pop e buscando tornar a premiação um atrativo, também, ao público jovem, o Oscar já passou por inúmeras mudanças em seu regulamento ao longo do tempo. A principal delas, que começou a vigorar em 2010, foi o aumento do número de indicados à categoria de Melhor Filme: ao invés de cinco longas, dez concorreriam ao prêmio máximo da noite.

Outra novidade, promovida este ano, foi o adiantamento das indicações. A votação para escolher os nomeados começaram no dia 17 de dezembro e os escolhidos serão anunciados em 10 de janeiro. Desta forma, não apenas os membros da Academia ganhariam mais tempo para assistir a todos os filmes indicados, como o público também teria mais interesse em conferir os principais concorrentes, visto que certos longas dependem de indicações para gerarem um certo “buzz” entre as pessoas.

Em contrapartida, da mesma forma que os espectadores teriam assistido aos principais destaques da cerimônia, outros filmes mais “sérios”, porém deixados de lado pela premiação, teriam suas bilheterias prejudicadas, já que o público saberia, exatamente, quais filmes assistir. Confira abaixo alguns dos favoritos deste ano.

Melhor Filme

Apesar de ter sido ignorado pelo Sindicato dos Atores, o filme recebeu indicações em todas as outras premições e vem ganhando bastante força e destaque depois de ter sido eleito o Melhor Filme do Ano pelos críticos de Nova York e pelo National Board of Review. No “Rotten Tomatoes”, site conhecido por ser o maior agregador de críticas online, o longa alcançou uma média de 93%, com apenas seis avaliações “negativas”. A trama, dirigida por Kathryn Bigelow (“Guerra ao Terror”) e estrelada por Jessica Chastain (“Histórias Cruzadas”), mostra a operação que levou militares americanos a invadirem o território paquistanês, com o objetivo de capturar e matar Bin Laden.

Prováveis indicados: “A Hora Mais Escura”, “Os Miseráveis”, “Argo”, “Lincoln”, “O Lado Bom da Vida”, “As Aventuras de Pi”, “Indomável Sonhadora”, “O Mestre”, “Django Livre” e “Moonrise Kingdom”

Favorito: "A Hora Mais Escura"

Melhor Diretor

A categoria deverá ser protagonizada por um verdadeiro duelo de gigantes. Se de um lado Bigelow tem em mãos o considerado melhor filme de ano, Spielberg comandou o longa com o maior número de indicações ao Globo de Ouro - foram sete, no total. Neste caso, o diretor de sucessos como “O Resgate do Soldado Ryan” e “A Lista de Schindler” leva uma pequena vantagem sobre sua adversária, já que Bigelow levou o mesmo prêmio em 2010. Dificilmente a Academia irá premiá-la novamente em menos de quatro anos.

Prováveis indicados: Steven Spielberg (“Lincoln”), Kathryn Bigelow (“A Hora Mais Escura”), Ben Affleck (“Argo”), Tom Hooper (“Os Miseráveis”) e Ang Lee (“As Aventuras de Pi”)

Favoritos: Steven Spielberg e Kathryn Bigelow

Melhor Ator

Talvez o prêmio mais certo da noite. A interpretação de Day-Lewis do 16º presidente dos Estados Unidos deverá render ao ator o seu terceiro Oscar - o astro já levou a estatueta por “Meu Pé Esquerdo” (1989) e “Sangue Negro” (2008). Day-Lewis vem sendo idolatrado pelos críticos e considerado o grande motivo do sucesso de “Lincoln”.

Prováveis indicados: Daniel Day-Lewis (“Lincoln”), Bradley Cooper (“O Lado Bom da Vida”), Denzel Washington (“O Voo”), Hugh Jackman (“Os Miseráveis”) e John Hawkes (“As Sessões”)

Favorito: Daniel Day-Lewis

Melhor Atriz

Talvez a categoria mais aguardada, e incerta, da noite, o prêmio de Melhor Atriz promete consagrar uma das duas novatas que mais deram o que falar em 2012. Até pouco tempos atrás, Lawrence era considerada de longe a favorita à estatueta. Responsável por carregar a saga “Jogos Vorazes”, a atriz de apenas 22 anos conquistou a crítica na pele da problemática Tiffany, na “dramédia” “O Lado Bom da Vida”, e recolheu diversos prêmios menores ao longo do ano que passou. No entanto, com o “buzz” que “A Hora Mais Escura” vem gerando, Chastain, eleita Melhor Atriz pelo National Board of Review, surgiu nos 45 minutos do segundo tempo como uma forte – senão favorita – candidata ao Oscar.

Prováveis indicadas: Jennifer Lawrence (“O Lado Bom da Vida”), Jessica Chastain (“A Hora Mais Escura”), Naomi Watts (“O Impossível”), Marion Cotillard (“Ferrugem e Osso”) e Quvenzhané Wallis (“Indomável Sonhadora”)

Favoritas: Jennifer Lawrence e Jessica Chastain