Publicidade
Entretenimento
Mulher de fases

Os melhores exercícios para cada fase da vida da mulher

Praticar exercícios físicos é fundamental para a saúde e especialista indica os melhores para cada fase da vida da mulher 21/03/2013 às 13:00
Show 1
Mulheres devem se movimentar em todas as idades
acritica.com Manaus

O movimento é aliado da saúde em todas as fases da nossa vida e nunca é tarde para começar a exercitar o corpo. São nas mudanças de fases que ocorrem as principais alterações corporais e hormonais femininas e exercícios físicos podem auxiliar nessas transformações.

 Segundo a especialista em saúde da mulher e fisiologista da Curves Academia, Luciana Mankel, quando o assunto são exercícios focados para a anatomia feminina é preciso levar em conta todas as alterações corporais que cada idade promove. “Existem sim alguns exercícios específicos para cada fase da vida da mulher”, diz. De acordo com Luciana, o metabolismo é o principal responsável pela produção de energia do corpo e em cada idade a velocidade da queima de calorias é diferente. Por isso, é necessário, além de uma dieta adequada, se dedicar aos exercícios certos.

Para meninas e adolescentes (5 aos 17 anos), o recomendado são atividades físicas que incluam jogos, brincadeiras, exercícios aeróbios e esportes. “Nessa fase, há a necessidade de realizar atividades desafiadoras, lúdicas e divertidas. Caso contrário, esse público talvez se desmotive e desista da atividade física”, explica a fisiologista. No geral, as atividades para jovens devem ter o objetivo de trabalhar a coordenação motora, equilíbrio, força muscular, aptidão cardiorrespiratória e flexibilidade.

Quando a menina se torna mulher (18 aos 30 anos), o tempo é uma das principais desculpas para não se dedicar a atividade física. A rotina dedicada a estudos, trabalho e até mesmo família fazem com que muitas mulheres abdiquem de uma vida ativa e saudável. Talvez isso explique a razão de 48% das mulheres adultas no País estarem acima do peso e a obesidade atingir 16,9%, segundo dados da última Pesquisa de Orçamentos Familiares do IBGE. Porém, de acordo com Luciana, apenas 30 minutos de atividades físicas são suficientes para proporcionar bem estar na rotina feminina. “30 minutos de exercícios físicos, durante três vezes por semana, é suficiente para trazer benefícios e aumentar a qualidade de vida dessas mulheres”, explica Luciana.

Ainda na fase adulta, porém entre 40 e 50 anos, a recomendação é evitar atividades de grande impacto. O objetivo é focar em exercícios que fortaleçam os ossos e previnam a descalcificação. Trabalhar músculos do quadril, abdômen e costas (coluna) é ideal para a saúde feminina nessa fase.

Já na terceira idade, se enganam as que acham que é muito tarde para começar a prática de atividade física, ou pior, que está na hora de parar. Dos 60 anos em diante, o importante é apenas focar em exercícios de força e equilíbrio para prevenir quedas, que são comuns nessa faixa etária. “Exercícios de baixo impacto na água são ótimas opções para a terceira idade. Porém, isso não quer dizer que a mulher não possa se dedicar à musculação, por exemplo, já que a atividade reforça toda a estrutura corporal”, ressalta Luciana. Segundo a fisiologista, é necessário trabalhar percepção, agilidade e reflexo nessas mulheres.

Independente da idade, a recomendação da fisiologista é se dedicar as atividades físicas que dão prazer. “Ninguém tem que sofrer para praticar exercícios físicos. As dificuldades são naturais, porém o prazer em realizar a atividade deve ser maior do que qualquer desconforto”, finaliza Luciana.