Publicidade
Entretenimento
benefícios açaí

Os poderes e benefícios do açaí

Além de ser delicioso, o açaí tem propriedades que fazem bem à pele, coração e ainda é antienvelhecimento 20/04/2012 às 11:49
Show 1
O açaí é delícia que faz bem para a pele,coração e ainda é antienvelhecimento
Israel Conte Manaus

Reza a lenda que a descoberta do açaí pelos índios amazônicos evitou o sacrifício de centenas de crianças. O fruto teria sido descoberto há séculos por Iaçá, filha do cacique de uma grande tribo.

A moça teve o seu primeiro bebê morto a mando do pai, que pela escassez de alimento, decidiu que se matasse toda a criança que nascesse na tribo.

Certo dia, ao visitar o túmulo da filha, Iaçá pensou ter visto a menina numa Palmeira. Ao correr para abraçá-la viu que era apenas uma árvore. Por ali, Iaçá morreu.

Quando os índios a encontraram, também descobriram que podiam comer o fruto da Palmeira, no caso o açaizeiro.

Desde então nunca mais faltou alimento na tribo, e em homenagem à sua filha, o cacique botou o nome daquela palmeira de açaí, que é o contrário de Iaçá.

 Lendas à parte, o que não é folclore são os benefícios que essa fruta, que deixa quem a consome com um sorriso roxo de felicidade, traz ao organismo humano.

 O açaí reduz o mal colesterol, é antienvelhecimento, é eficaz na prevenção de doenças cardiovasculares, câncer gástrico, diabetes e Alzheimer, além de ser um poderoso energético favorecendo o desempenho sexual.

coração e cérebro

De acordo com o cardiologista Aristóteles Alencar, o açaí tem mais substâncias antioxidantes que o vinho tinto - precisamente 33 vezes mais.

“Essa particularidade diminui o processo de envelhecimento das artérias. A gordura insaturada presente no açaí ajuda a queimar a gordura saturada, o que diminui os triglecrídeos (gordura que em excesso prejudica o organismo)”, comenta o médico.

Consumir açaí também ajuda a manter mais saudáveis os neurônios e o raciocínio. Segundo o neurologista infantil Rodrigo Policena, a grande quantidade de ferro presente nesta fruta é benéfica especialmente para as crianças. “A reposição de ferro no organismo até o 2º ano de vida previne anemia e otimiza o desempenho escolar no futuro”, afirma o médico.

 Regeneração

A nutricionista Karina Dutra, do Restaurante Waku Sese, acrescenta que o Açaí tem 60% de Ômega 9. “Isso significa que é grande sua capacidade de proteção e regeneração da pele dos danos e queimaduras causados pelos raios solares”, comenta.

Ainda segundo Karina, por ser fonte de carboidrato, o açaí é uma fruta que fornece mais energia e disposição para o corpo, o que é interessante para quem pratica atividades físicas.

Mais benefícios

- A gordura contida no açaí traz benefícios comparáveis ao azeite de oliva. Se consumido puro, in natura, pode ser aproveitado até por pessoas diabéticas, pelo alto teor de gordura monoinsaturada. Também ajuda quem tem colesterol alto ou intestino preguiçoso.

- Para aumentar o teor de energia antes ou depois da atividade física, o açaí pode ser associado a tapioca, guaraná, banana, morango e outras frutas.

-  O açaí possui em abundância a Vitamina B1, que além de ajudar no estímulo do apetite, garante o bom funcionamento do sistema nervoso.

-  No cérebro ajuda a manter mais saudáveis os neurônios preservando a memória e o raciocínio, nos olhos ajuda a prevenir a cegueira e a catarata, no coração mantém limpas e desobstruídas as artérias, prevenindo o infarto e o colesterol.

Alertas importantes

Apesar dos benefícios tentadores, não dá para cair de boca numa tigela de açaí. Por ser extremamente calórico - metade da composição de sua polpa são gorduras, a fruta deve ser consumida com moderação. Faz bem ao coração, mas não engorda menos — vale sempre frisar. Então, quem anda preocupado com a balança deve se limitar a um copo de suco de aproximadamente 300 mililitros por dia ou uma tigela pequena da polpa da fruta — sem nada extra.

Pele

Segundo a dermartologista Valeska Francesconi, os benefícios do açaí vem sendo cada vez mais estudados, sendo que não existem estudos científicos de segurança e eficácia do seu uso tópico, na área médica. “O uso dermatológico do extrato do açaí, em cremes e óleos, pode ser promissor devido sua reconhecida ação antioxidante. A presença de ácidos graxos essenciais em sua composição auxilia na hidratação da pele, porém, seu uso em determinadas concentrações leva ao risco de pigmentação da pele”, alerta Francesconi.

Sem mistura

O cardiologista Aristóteles Alencar adverte que o problema é quando se toma açaí com açúcar porque a quantidade de carboidratos fica excessiva. “O ideal é que se tome puro e com a menor quantidade de farinha de tapioca possível. Se precisar, use adoçante. A pureza garante a permanência das propriedades benéficas”, ressalta.