Publicidade
Entretenimento
Chocomania

Páscoa é a época mais doce do ano

Maneiras diferentes de comemorar a Páscoa e usar um de seus símbolos mais famosos, o chocolate 05/04/2012 às 12:48
Show 1
O aroma e as propriedades do cacau unem-se para vencer a luta contra o envelhecimento
Anna Batista Manaus

Estamos com overdose de chocolate em todos os cantos da cidade e chega uma hora em que pensamos: afinal, a Páscoa é só ovo de chocolate? Claro que não! Páscoa é renovação! Em tempos açucarados eis que surge a oportunidade para você ousar na criatividade e “causar” com os mais variados tipos de presentes, deixando de lado, o clássico e habitual “ovo de chocolate”.

 É evidente o empenho da indústria do chocolate na atração de todo tipo de público com a chegada desta doce época e foi pensando assim que, neste ano, o comércio resolveu aventurar-se, disponibilizando um leque de opções, partindo da clínica de estética ao pet shop.

Chocoterapia

 Dentre tantas inovações, vale destacar a Chocoterapia, tratamento estético antioxidante e anticelulite, diminuidor de stress e ótimo hidratante para a pele. Não à toda, o cacau possui seis aminoácidos essenciais para a saúde. A Chocoterapia - que deixa o cliente com um aroma irresistível - não tem contra indicações, podendo ser feita por homens e mulheres.

Cuidados

E entre as alternativas de presentes nessa época do ano surge a compra dos coelhinhos. Muita gente não sabe, mas a Páscoa representa um pesadelo para muitas entidades de proteção aos animais, devido à maciça venda de coelhos em pet shops e posterior abandono dos bichinhos.

Tarefa difícil

Por isso, escolher um bom presente nunca é tarefa simples. É preciso encaixar-se no perfil da pessoa que o receberá, bem como estar em sintonia com suas preferências, a fim de que o presente se torne ideal.

Nesta Páscoa, seja ela para você um rito de passagem cristão ou uma festividade regada pelo excesso de chocolate, o ideal é aproveitar os momentos de união, as comemorações em família, e celebrar a vida e o seu significado.

Que trazes pra mim?

O coelho é um animal peculiar e, diferente dos cães e gatos, não aceitam bem as manipulações como ser carregado ou ficar no colo, e quando forçados a essas situações podem morder e ferir com suas garras, que são consideradas relativamente fortes, afirma o médico veterinário Laerzio Chiesorin Neto.

É um animal muito delicado e se mal manuseado pode sofrer lesões e até amputações. Em média a área recomendada para este bichinho viver varia de 0.5 a 1.3 m², lembrando que este espaço deve conter uma área coberta e uma exposta à luz solar, para os banhos de sol do fofo roedor.

Tendo uma alimentação específica com ração e verduras ricas em fibras, um coelho pode chegar a 8 kg na fase adulta, e se bem cuidado e mantido nas condições ideais chega a um tempo de vida de até 8 anos.