Publicidade
Entretenimento
MÚSICA

Pinduca e Wanderley Andrade recebem Título de Cidadão do Amazonas na ALE-AM

Os artistas paraenses receberam a comenda pelos trabalhos de divulgação da música nortista no Brasil 22/11/2017 às 17:39 - Atualizado em 22/11/2017 às 18:32
Show pinduca e wanderley
Pinduca e Wanderley Andrade na plenária da ALE-AM. Foto: ALE-AM
acritica.com* Manaus (AM)

A Assembleia Legislativa do Amazonas (ALE-AM) homenageou, na manhã desta quarta-feira (22), dois artistas paraenses considerados ícones da cultura do Norte do Brasil: Aurino Pinduca Quirino Gonçalves, o Pinduca, e Wanderley Andrade. Eles receberam o Título de Cidadão do Amazonas por iniciativa do presidente da Aleam, deputado David Almeida (PSD), que concedeu a homenagem a Wanderley Andrade, e do deputado Sinésio Campos (PT), que optou por homenagear Pinduca.

A importância da cultura nortista e a valorização dos artistas que promovem a região através de suas obras foram fatores determinantes para a escolha dos homenageados, segundo David Almeida. “Quando esses artistas recebem esse título, é o povo do Amazonas dizendo sim à alegria, à música paraense e dizendo que somos um povo só. O povo do Amazonas agradece aos dois pela alegria do Pará que eternizaram no Amazonas”.

Para Sinésio Campos, a Assembleia não poderia deixar de homenagear um artista com obra tão extensa e rica como Pinduca. “Essa homenagem vem como uma aproximação entre o Pará e o Amazonas. O Pinduca demonstra uma longevidade no alto dos seus 80 anos, e já recebeu da ex-presidenta Dilma Rousseff o título de Comendador da Cultura e recentemente foi indicado ao prêmio do Grammy Latino”, disse.

O deputado estadual Abdala Fraxe (Podemos) lamentou as críticas por conta da escolha dos homenageados. “Não posso deixar de manifestar meu lamento com relação à insatisfação de algumas pessoas que criticaram e até debocharam da escolha. Estamos num país miscigenado e o reconhecimento da cultura amazônica é maior do que essas críticas”, destacou.

Agradecidos 

Os homenageados se disseram contentes pelo reconhecimento. “Recebo esse diploma com muito carinho e vejo minha trajetória como uma plantação que demorou muito a dar frutos, mas eles vieram. E hoje o carimbó é um ritmo que já ganhou o reconhecimento do Brasil e do mundo”, declarou Pinduca.

Wanderley Andrade falou da receptividade e do carinho dos amazonenses. “É indiscutível a emoção com esse carinho todo. Mesmo sendo paraense de nascimento, dediquei quase 20 anos da minha carreira ao Amazonas, estou sempre vindo cantar aqui, sou mais do que amazonense”, declarou.

*Com informações da assessoria de imprensa da ALE-AM