Publicidade
Entretenimento
Buzz

Polícia não encontra indícios de crime na morte de Whitney Houston e encerra caso

O resultado oficial de sua necropsia constatou que Whitney Houston morreu vítima de afogamento acidental. Segundo o relatório, o consumo de cocaína na noite de sua morte, somado a problemas cardíacos, contribuiu para o óbito 11/04/2012 às 14:51
Show 1
Whitney Houston foi encontrada morta em 11 de fevereiro
UOL/CELEBRIDADES ---

O departamento de polícia de Beverly Hills encerrou nesta quarta-feira (11) as investigações sobre a morte da cantora Whitney Houston, considerando que não houve nenhum crime relacionado à sua morte, informou o site TMZ.

As autoridades investigavam se a morte de Whitney, ocorrida há exatos dois meses, poderia ter sido criminosa, incluindo a possibilidade de que alguém tivesse escondido evidências.

Restos de cocaína foram encontrados no hotel no qual a cantora faleceu, assim como em seu corpo. O resultado oficial de sua necropsia constatou que Whitney Houston morreu vítima de afogamento acidental. Segundo o relatório, o consumo de cocaína na noite de sua morte, somado a problemas cardíacos, contribuiu para o óbito.

O médico legista Craig Harvey deu uma entrevista coletiva para a imprensa após a divulgação dos resultados. Segundo ele, Whitney havia consumido cocaína imediatamente antes de sua morte e tinha níveis "agudos" da substância em seu sangue.

Os exames também teriam apontado que a cantora era uma usuária "crônica" da droga. Harvey afirmou que as artérias dela estava 60% mais finas, uma consequência direta do uso contínuo de cocaína. Para ele, esse estreitamento foi a causa do problema cardíaco que levou a sua morte.