Publicidade
Entretenimento
Buzz

Prefeitura de Manaus lançará até domingo (5), quatro editais para concursos

Os editais são destinados para concurso público de quatro secretarias e fundações 01/02/2012 às 11:42
Show 1
R$ 6.615 é o salário oferecido ao cargo de procurador autárquico (Direito); o maior do certame do Implurb
CIMONE BARROS Manaus

Enquanto o Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM-AM) ainda nem assinou contrato com a empresa para realização de concurso público para vagas na capital, com previsão de lançamento de edital para abril, a prefeitura de Manaus anunciou que fechou contrato na segunda-feira (30), com a Cetro (SP) para realizar concurso para mais quatro secretarias e fundações, com 394 oportunidades.

Ainda no campo da empregabilidade, a Universidade do Estado do Amazonas (UEA) abre nesta quarta-feira (1), inscrições para o Processo Seletivo Simplificado (PSS) para três vagas de professor na unidade de Itacoatiara. A remuneração pode chegar a R$ 10.451,17.

O edital da Prefeitura será lançado até domingo, segundo o secretário municipal de administração, Antônio Assunção. Os salários variam de R$ 850 a R$ a 2.075, e somente uma vaga, para procurador autárquico do Instituto Municipal de Ordem Social e Planejamento (Implurb) o salário alcança R$ 6.615.

O Implurb está com o maior número de vagas. São 155 oportunidades nos cargos de analista e técnico municipal com remuneração de R$ 1.245 para nível médio e de R$ 2.075 para superior.

A Fundação Doutor Thomas terá 125 nos cargos de analista e técnico municipal, de várias especialidades, com salários que vão de R$ 850 a R$ 1075. A Secretaria Municipal de Desporto e Lazer (Semdej) com 77 vagas para analista municipal (orientação de atividades desportivas com 20h e 40h) com remuneração de R$ 902,60 a R$ 1.660. Já a Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semmas) oferece 37 vagas, com salário de R$ 2.075.

UEA

O PSS da UEA estará com as inscrições abertas até o dia 10 de fevereiro para profissionais formados nas áreas de Agronomia, Biologia e Sociologia. São três vagas, uma em cada área, e a remuneração, já incluindo o adicional de localidade, é de R$ 6.111 para professor especialista; R$ 7.945,60 para mestre; e R$ 10.451,17 para doutor.

O edital exige que todos os candidatos tenham, no mínimo, especialização. O expediente é de 40 horas semanais no período diurno. A ficha de inscrição, disponível no site da UEA (www.uea.edu.br) para download, deve ser preenchida e entregue no Centro de Estudos Superiores de Itacoatiara, localizada na Rua Mário Andreazza, s/n, bairro São Francisco.

A contratação dos aprovados no PSS será em caráter temporário. A seleção conta com análise documental, análise curricular e prova didática, onde o candidato ministrará aula com 30 minutos de duração. O resultado tem previsão de divulgação no dia 24 de fevereiro, no portal da UEA.

Cinco dias para contestar

Concurso público em Iranduba foi suspenso a pedido do TCE. Prefeito diz que fará ajustes no edital O prefeito de Iranduba, Nonato Lopes, informou que até esta quinta-feira (2), pretende encontrar uma “solução pacífica boa para o município e para os candidatos do concurso público de Iranduba” (edital 002/2011), suspenso na quinta-feira pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE).

 O certame oferece 739 vagas em diversos cargos, com salários que variavam entre R$ 575,40 a R$ 2.071,73. Mais de 11 mil pessoas se inscreveram. A Prefeitura foi notificada na segunda-feira e tem cinco dias úteis para recorrer da decisão.

De acordo com informações do relatório do Ministério Público de Contas (MPC), o motivo para a suspensão é a ausência de divulgação do edital, na sua íntegra, no Diário Oficial do Estado (DOE), e a publicação do documento após as inscrições já terem sido anteriormente iniciadas, entre outras não-conformidades. Lopes prometeu mostrar as razões do município em relação às alegações do MPC e ajustar o edital às adequações exigidas pelo órgão.

Lopes informou que vai sugerir ao TCE ter mais uma prorrogação de prazo de inscrição de 10 a 15 dias, não muito elástico, para que até o dia 30 de junho o concurso seja homologado. A lei nº 9.504/97 proíbe a convocação de candidatos aprovados nos três meses que antecedem o pleito até a posse dos eleitos.

A Prefeitura vai estudar a possibilidade de devolver o dinheiro do candidato que deseja desistir do certame. “Vamos ver isso. Para tudo tem uma solução, menos para a morte”.