Publicidade
Entretenimento
Vida

Prefeitura de Maués irá construir 500 casas pelo programa Minha Casa, Minha Vida

Famílias participaram de mutirão para serem cadastradas em programa que vai doar casas no município de Maués, no interior do Amazonas 20/03/2012 às 12:14
Show 1
Mutirão de cadastramento reuniu mais de duas mil famílias em busca da casa própria
Jonas Santos Parintins, AM

Mais de duas mil famílias participaram no domingo (18) de um mutirão de cadastramento para ganhar novas casas, que serão doadas pela Prefeitura de Maués. Ao todo 500 residências serão construídas, em parceria com a Caixa Econômica Federal, por meio do programa Minha Casa, Minha Vida. As obras de construção começarão no mês de abril, deste ano. Em dezembro, de 2011, a Prefeitura entregou 50 residências em alvenaria a famílias carentes, de um total de 250 moradias edificadas na inauguração do novo bairro da cidade.

“Eu  moro em casa alugada e será muito gratificante para mim ganhar a casa própria”, disse a dona de casa, Jubelina Michiles Trindade, 22 anos. “Moro com meus pais, sou casada, tenho filhos e por isso preciso muito dessa casa”, completou Maria Ivone Goés, também de 22 anos de
idade.

O cadastramento das famílias aconteceu o ginásio de esportes padre Leão Martinelli. “São famílias que estão inseridas em programas sociais da Prefeitura, como por exemplo, o Renda Cidadã, que oferece um complemento de R$ 50 para mais de três mil famílias, que participam do Bolsa Família, do Governo Federal e estamos cadastrando também famílias que ainda não participam de nenhum de nossos programas”, disse o vice-prefeito e  secretário de Ação Social, Denny Dorzane.

O prefeito de Maués, Miguel Paiva Belexo,  lembrou em seu discurso que o bairro novo, entregue em dezembro do ano passado, foi entregue com ruas asfaltadas, redes de água e de energia e que as famílias receberão agora  com esta ação benefícios semelhantes.

 “ A licitação já foi realizada e a empresa vencedora  começará construir  as casas no mês de abril", informou a secretária de Governo, Andréa Santos. Segundo a secretária, o cadastro dessas famílias é uma continuidade no planejamento da prefeitura para sanar o déficit habitacional do município, que de acordo com o último censo do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), é de duas mil casas. As  500 unidades habitacionais serão construídas na área e expansão do bairro senador José Esteves.