Publicidade
Entretenimento
MÚSICA

Rapper busca inspiração no mangá Afro Samurai para novo EP

O disco conta com oito faixas que narram a história de um samurai negro chamado Afro que busca vingar a morte do pai, assinado por Justice 14/02/2017 às 09:00
Show kdjsd
O rapper Yannick Hara
acritica.com

O rapper Yannick Hara é um bom exemplo de mistura de cor e raça. Filho de pai negro e mãe japonesa, o MC cresceu num ambiente cercado por duas culturas extremamente distintas. O contato com hábitos e costumes tão diferentes serviram como primeira fonte de inspiração para o rapper, que desde 2010 produz músicas autorais.

Após produzir e lançar algumas músicas na internet no maior estilo DIY (Do It Yourself), Yannick Hara, recentemente, lançou o primeiro EP da carreira: Também Conhecido como Afro Samurai. O álbum é inspirado no mangá Afro Samurai, escrito por Takashi Okazaki no ano de 2000.

O disco conta com oito faixas que narram a história de um samurai negro chamado Afro que busca vingar a morte do pai, assinado por Justice. No enredo, há uma bandana mística que garante o status de “Número Um”, ou seja, o homem mais poderoso do mundo. Afro, por sua vez, busca recuperar a bandana, que pertencia ao seu pai, para deixar de ser o “Número Dois” e, finalmente, fazer “justiça”.

A história de Afro Samurai ganhou um anime com cinco episódios, que conta com a participação de Samuel L. Jackson. Isso mesmo! O astro de Hollywood dubla a voz do protagonista e de seu parceiro, além de ser um dos co-produtores.

O EP conta com várias participações especiais que merecem destaque: Dieguito Reis (Vivendo do Ócio) na faixa-título versão remixada, os irmãos Raony e Keops (Medulla) em “Ressureição” e Paula Malvar (Vó Tereza) na música “Luto por Você”.

Do rap, tem Zorack e Venom (Ascendência Mista), em “Também Conhecido Como Afro Samurai” (versão não remixada) e Petrus (OI Darth Bastard) que abre o remix da faixa que dá nome ao disco. A produção do material é assinada pelos beatmakers Paulo Júnior e Everton Beatmaker; gravado e mixado por Blakbone na Live Station. O EP está disponível em todas as plataformas de streaming há três meses. 

Yannick

Nascido e criado no centro de São Paulo, Yannick é um rapper independente que não segue os padrões tradicionais do gênero. Enquanto a maioria dos MCs falam do dia a dia nas periferias, críticas ao sistema ou - até mesmo - sobre amor, festas e luxo, Yannick busca inspiração em mangás, animes e a cultura geek para escrever suas letras. Pouco a pouco, o artista vem crescendo e conquistando respeito do público e da crítica. Foi capa, por exemplo, do jornal Marketing Luther King. Atuou em muitas ocupações públicas e artísticas como Buraco da Minhoca, Parque Augusta e Casa Amarela. Tocou em cidades como Limeira (SP), Curitiba (PR) e Juiz de Fora (MG). Foi destaque da Mostra Showlivre Buzz, em 2014. No ano de 2015, foi matéria do Popload Session, mostrando sua versatilidade musical em um material exclusivo encontrado apenas na internet. No mesmo ano, foi matéria no site norte-americano de entretenimento AFROPUNK.

*Com informações da assessoria de comunicação.