Publicidade
Entretenimento
Vida

'Ratos de Porão' apresenta turnê dos 30 anos de carreira no AM

A banda paulistana se apresenta na cidade no dia 11 de janeiro de 2013. A estreia da turnê iniciou no dia 26 de outubro de 2012 no Rio de Janeiro 29/12/2012 às 12:33
Show 1
A banda 'Ratos de Porão' é conhecida, principalmente, em países da Europa, América Latina e da América do Norte
Rafael Seixas ---

Formada em 1980, a banda de punk rock Ratos de Porão é um dos principais expoentes do gênero no País. Com mais de 30 anos de estrada, o quarteto se apresenta em Manaus no dia 11 de janeiro, a partir das 22h, no Tatau Show Clube, para celebrar os anos de atividade junto do público manauara. O pré-show fica por conta das locais Oitão e da Evil Syndicate que, durante o evento, irão fazer o lançamentos de seus álbuns.

Considerados ícones do som pesado no Brasil, a Ratos de Porão soma 14 discos de estúdio e outros três ao vivo, incluindo um com registro de um show no lendário CBGB, templo do punk rock em Nova York. Em Manaus, o repertório da banda paulistana contará com sucessos de todas as fases, como “A turma”, “Não sei”, “Beber até morrer”, “Novo Vietnã”, “Banha”, “Caos”, “Câncer”, “Peste sexual”, “F.M.I.”, “Guerra desumana”, “Bico do corvo”, “Crise geral” e “Retrocesso”.

Jão, guitarrista e backing vocal da Ratos de Porão, em entrevista ao site “Central Rock”, explicou como é se manter no mercado, após 30 anos. “Manter uma banda underground por 30 anos nesse País é uma teimosia fu****. Acho que, na verdade, fomos tocando por aí, gravando e nem vimos o tempo passar, mas eu tenho muito orgulho da minha teimosia”.

Internacional

A banda é conhecida, principalmente, em países da Europa, América Latina e da América do Norte. Sobre parecer que o reconhecimento é maior lá fora, do que no Brasil, João Gordo, vocalista e um dos fundadores do grupo, explica: “‘Casa de espeto, ferreiro de pau’. Somos gigantes em países de língua latina. Portugal é fo**. Cantamos na língua deles. Somos deuses. Na Espanha, França e na Itália, nego me reconhece na rua. No Leste Europeu, temos um puta público fo**! No México e América também. Aqui é uma bosta. Temos nossos fãs, mas nego quer nos ver pelas costas. Já estou acostumado”, disse  ao site Som Extremo.

Falando do auge da Ratos de Porão, Gordo contou que tiveram anos que foram quatro vezes para a Europa. “Em 1998, 2000, aí eram 180 shows em um ano. Turnê de dois meses com 58 shows. Hoje não dá. Em uma semana, choro de saudade dos meus filhos”, informou o músico, que é pai de Victoria e Pietro, respectivamente com 8 e 7 anos de idade.

Estreia


João Gordo assumiu os vocais do grupo paulistano em 1983. Em 1984 gravou o álbum “Crucificados pelo sistema”, primeiro disco individual de uma banda punk da América Latina. A época da gravação do disco coincidiu com o chamado “fim do movimento punk de São Paulo”.

Devido a brigas de gangues, não houve o show de lançamento deste álbum e a Ratos de Porão se desfez, retornando somente no ano seguinte com uma nova proposta.

Estreia da turnê

A estreia da turnê de 30 anos da Ratos de Porão aconteceu este ano, no dia 26 de outubro, num show no Circo Voador, Rio de Janeiro.  A apresentação contou com a participação de ex-integrantes tocando músicas de todas as fases do grupo. Além de João Gordo (vocal), Jão (guitarra), Juninho (baixo) e Boka (bateria), tocaram também Jabá (1981-1993), Betinho (1981-1983, 1985), Mingau (1982-1984), Spaguetti (1985, 1991) e Fralda (1998, 2003) – todos ex-integrantes da banda.

O evento contou ainda com a banda de abertura Serial Killer, exibição do documentário/tributo ao Redson (Cólera), intitulado “Que esse grito não seja em vão”, pela primeira vez no Rio de Janeiro. Para mais informações sobre a banda paulistana, acesse o site www.ratosdeporao.com.