Publicidade
Entretenimento
Buzz

Remake de "Carrossel" vai abordar preconceito para que "crianças aprendam a se defender"

Com a inserção de tecnologias, a autora pretende reunir a família para discutir questões da trama. Segundo Abravanel, a ideia é diminuir o distanciamento entre pais e filhos 07/05/2012 às 18:50
Show 1
Maisa Silva grava sem cachinhos como Valéria na novela Carrossel (SBT)
UOL/NOVELA ---

Bullying, preconceito e rejeição estão no roteiro do remake de "Carrossel", que estreia no dia 21 de maio, às 20h30, no SBT. "Essas temáticas vão continuar porque as crianças aprendem a se defender", disse a autora da novela, Iris Abravanel, durante uma conversa com jornalistas, na tarde desta segunda-feira (7), em São Paulo. Cirilo e Maria Joaquina são exemplos: ele continua apaixonado por ela, e ela continuará esnobando o garoto.

Com a inserção de tecnologias, a autora pretende reunir a família para discutir questões da trama. Segundo Abravanel, a ideia é diminuir o distanciamento entre pais e filhos. "Nesta trama, as crianças e os pais vão refletir sobre violência, trânsito e muitos temas. Todas as crianças terão uma identificaçao na novela e tentamos sempre dar uma moral da história".

A ideia de fazer o remake foi da filha de Íris Abravanel, Daniela, que percebeu que na época em que o SBT transmitiu a versão mexicana de "Carrossel", as famílias eram mais unidas e, atualmente, se distanciaram. "A Daniela pensou em unir as famílias brasileiras novamente. E esta é uma novela aguardada por muitos e muitos irão assistir juntos".

O diretor da novela, Reynaldo Boury, vai trabalhar pela primeira vez com um elenco infantil grande --são 17 crianças ao todo. "É uma verdadeira espera de uma sala de hospício", brinca. Segundo ele, o recurso do ponto eletrônico --que transmite as falas diretamente ao ouvido do ator-- será utilizado na trama se alguma criança precisar do aparelho. "O ponto é para adiantar a vida das crianças. É uma experiencia que é valida. Uma experiência a mais", defende.

De acordo com Boury, as crianças têm acompanhamento psicológico, médico, pedagógico e fonaudiológico. "Elas gravam somente 6h por dia. Temos todo o entendimento que as crianças precisam ter a vida delas já que vão para a escola e têm os afazeres diários". Rebatendo as especulações que a trama seria gravada aos domingos também, o diretor é enfático: "Eles não vão gravar aos domingos. Não me lembro de terem gravado".

Audiência
Há 20 anos, a trama "Carrossel", exibida pelo SBT, tinha como concorrente direto o "Jornal Nacional" da Rede Globo. A novela conquistava o segundo lugar na audiência e em alguns capítulos conseguiu ter o primeiro lugar na televisão brasileira. Já o remake vai disputar novamente com o telejornal, mas não preocupa a diretoria do folhetim.

A autora da trama, Íris Abravanel, acredita que só existirá alguma cobrança por audiência só depois que a novela for ao ar. "Na verdade, não pensei em incomodar ninguém, mas se incomodar a concorrência 'que bom'", brincou.