Publicidade
Entretenimento
Vida

Revista quer promover intercâmbio entre estados da região amazônica

A proposta é agregar assuntos relacionados à política, cultura, turismo, entretenimento, entre outros em uma só publicação 08/04/2012 às 17:12
Show 1
A revista Amazônia S/A está na sua quinta edição
Ana Carolina Barbosa Manaus

A Agência S/A, com sede em Rio Branco (AC), lançará, nos próximos meses, no Amazonas, a revista “Amazônia S/A”, que já circula em três estados do Norte: Rondônia, Roraima e Acre. Com 25 seções divididas em cem páginas, a publicação, que tem como público-alvo pessoas com idade entre 15 e 55 anos, traz a proposta de intercâmbio cultural entre os estados brasileiros da Amazônia a partir de reportagens abordando temas como negócios, política, turismo, entretenimento, moda, além de textos sobre fatos históricos da região amazônica.

Segundo a editora-chefe da revista, Mirla Miranda, a publicação bimestral começou a circular em julho do ano passado, com a ideia de mostrar que os estados amazônicos têm mais a oferecer à população do que reportagens acerca das catástrofes naturais que atingem a região.

Para expandir o material, a direção da revista está buscando parcerias junto às secretarias de cultura dos Estados e no Amazonas não será diferente. Até o momento, as negociações para a comercialização do material estão sendo feitas com a rede de supermercados DB e livrarias Concorde. Os pontos de venda também estão em fase de definição.

Intercâmbio cultural

Mirla explica que para disponibilizar o maior número de fotografias e informações dentro da publicação, o mecanismo utilizado será o intercâmbio de imagens e informações, envolvendo profissionais de vários estados e até internacionais, como é o caso da colunista Manoela Paim, que reside em Paris e comentará sobre as tendências da moda na França. Ela é natural do Acre.

Conforme a editora-chefe da “Amazônia S/A”, a contratação de profissionais de estados da Amazônia é uma das peculiaridades do núcleo jornalístico da publicação. Eles também serão responsáveis por elaborar as reportagens das seções como a “Deu o que falar” - que trará destaques desses estados - e também por desenvolver temas de interesse de toda a região, bem como de países vizinhos.

 A revista não deixou de lado o debate acerca de sustentabilidade, tema em alta na atualidade não só no Brasil, mas em diversos países preocupados com a preservação do meio ambiente. “O que nós queremos é que o Brasil conheça melhor a Amazônia”, explicou Mirla. A despeito do tema “turismo”, a editora–chefe ressaltou que as abordagens não ficarão restritas ao Brasil, e se estenderão a países vizinhos, formando uma espécie de roteiro para os apaixonados por aventuras e viagens.

A revista, que está na sua quinta edição e será comercializada muito em breve em Manaus, ao custo de R$ 10, também possui uma edição online que pode ser acessada pelo site www.amazoniasa.com.br .