Publicidade
Entretenimento
Roteiros namorados

Roteiros inesquecíveis para curtir o Dia dos Namorados

Locais inesquecíveis, dicas de roteiros de viagem para casais que querem passar o Dia dos Namorados curtindo paisagens belíssimas 05/06/2012 às 08:50
Show 1
Lugares belíssimos para serem curtidos à dois
Claudia do Valle Manaus

As figurinhas “Amar é...” servem perfeitamente para falar de eternos namorados, que saem do lugar comum ou buscam um clichê romântico para encantar a pessoa amada. Presentes perfeitos para os enamorados são viagens para destinos apaixonantes ou mesmo exóticos, desde que a aventura esteja nos planos dos dois e em sintonia com o estilo de vida.

Como o marido não gosta de sair para badalar, a programação de viagens é especial para a empresária Eliane Schneider e o professor universitário Hamilcar Silva, tanto que o casal vai celebrar a 17ª lua de mel. Normalmente os lugares começam a ser pesquisados em junho. “Romântico é um jantar às margens no rio Nilo, no Egito, ou em Roma, à luz de velas”.

Romantismo

Mas é Veneza, na Itália, que Eliane recomenda, até pelo tempo: “É romantismo puro passar o Dia dos Namorados lá. Pode-se entrar no clima desde cedo, indo ao Caffe Florian, na praça São Marco, um dos lugares mais antigos e elegantes da Europa”, diz a apaixonada. Pelo café, de 1720, passaram nomes como Marcel Proust e Charles Dickens.

Depois, ela indica um almoço no moderno Da Fiore, onde se pede um “fritto misto” e os copos são de Murano. E à tarde, o eterno passeio de gôndola: “Um sonho. E à noite, zarpar no barco privado do hotel Cipriani, encerrando no terraço do restaurante Fortuny. É formal e fabuloso”.

A advogada Gizella Bolognese aposta no atemporal, a lendária Paris, que visitou no fim do ano passado, passando por lugares como o La Société, para um jantar, esticando com balada para o Vip Room. Os chiques L’Arpege (4 estrelas), Kong e Budah Bar franceses são ótimas pedidas. “Mas uma história engraçada aconteceu num jantar que deveria ser bem romântico em São Paulo, para onde o Marco (Bolognese) viaja sempre. Fizemos reserva no DOM (do chef Alex Atala) e íamos direto para o hotel Emiliano, no dia 12. Só que nossas malas extraviaram e ficamos sem roupa, sem presente. Acabamos no Gero, foi um estresse, mas valeu a pena porque estávamos juntos”.

O chef Felipe Schaedler, do restaurante Banzeiro, na data dos namoradores troca o calor da Amazônia pelo frio de Campos do Jordão, recomendando o Canada Lodge, pousada de charme além do luxo, inspirado na cidade de Mont Tremblant, do Canadá. “Também é bem interessante ir a dois para o Unique, em São Paulo, e depois fazer baladinha no restaurante Skye”. O lugar fica no último andar do hotel e sua cozinha é assinada pelo chef francês Emmanuel Bassoleil.

“Todo lugar fica romântico com a pessoa amada”. A frase é do cientista político Marcelo de Menezes Motta, mas apesar dela, ele cita um local que está entre os mais apaixonantes que já esteve: a região dos lagos andinos. “Dividida entre o Chile e a Argentina, e cortado pela Cordilheira dos Andes, essa região transpira romance e merece ser visitada pelo casal”. A viagem perfeita lá começa em Bariloche, às margens do lago Nahuel Huapi, onde se pode ficar hospedado no icônico Llao Llao.

No verão, o barato é curtir velejar, praticar esqui aquático; no inverno, esquiar é pura paixão.

Viagens curtas

Turismo de A CRÍTICA reúne, hoje, algumas dicas para quem planeja programar uma viagem para a semana que inclui o Dia dos Namorados, celebrado em 12 de junho. Como a data não possui nenhum feriadão anexado, a dica é fazer viagens curtas.

A partir de Manaus, as melhores pedidas estão entre conferir os atrativos variados de uma grande metrópole, como São Paulo, ou um balneário à beira-mar – que pode ser o Rio de Janeiro ou Fortaleza. A maioria das agências de viagens prepara pacotes especiais para o Dia dos Namorados – ou a Semana dos Namorados, se houver chance de emendar , em que são incluídos passagens aéreas e hospedagem. Não custa nada consultar um agente de viagens.

Outra dica, no segmento internacional, é curtir a capital argentina – Buenos Aires continua como o principal destino dos brasileiros na América do Sul, e o que tem maiores facilidades de voos e opções para hospedagem.

No Rio Grande do Sul, a dica é um roteiro enogastronômico, curtir o chocolate e o calorzinho proporcionado pela lareira em Gramado (RS). A cidade recebe na mesma semana do Dia dos Namorados o Festival de Cinema, o que não deixa de ser um atrativo diferente.