Publicidade
Entretenimento
Vida

Saiba como ficar em boa forma com os benefícios do Zumba, uma dança contagiante

Por ser uma atividade que trabalha o corpo inteiro, o Zumba pode trazer benefícios em curto prazo 13/06/2012 às 18:16
Show 1
O Zumba é um estilo que mistura diversos ritmos dançantes
MAYARA BRILHANTE ---

“Balança que é uma loucura”! O ritmo do Kuduro, uma dança angolana, conquistou os brasileiros e é uma das músicas obrigatórias nas festas e danceterias. É quase impossível não mexer o corpo quando a música toca. Mas e os movimentos rápidos? Será que são difíceis?

O Kuduro foi incorporado ao Zumba, um estilo que mistura diversos ritmos e é considerado um excelente exercício para quem quer perder calorias sem a monotonia dos aparelhos de musculação. Hip-hop, soca, samba, salsa, merengue, mambo e artes marciais também são outros ritmos que fazem parte deste estilo.

A dança traz inúmeros benefícios para quem a pratica dentro e fora dos salões. Por ser uma atividade que trabalha o corpo inteiro, o Zumba pode trazer benefícios em curto prazo. O professor de educação física e sócio-proprietário da academia Atlética Manaus, Ângelo Araújo, explica que o estilo da dança é motivacional e tem performances diferentes: algo mais exótico do que as outras. “O Zumba tem movimentos mais apurados e quem pratica sente uma mudança de humor considerável. A pessoa fica mais ‘alto astral”, revela.

A maior parte dos praticantes são mulheres, mas os homens também estão aderindo a esta nova moda. Em média, cada aula proporciona uma perda de 500 Kcal o equivalente a um sanduíche com hambúrguer, além de queimar gordura localizada.

 As aulas têm duração de uma hora e normalmente são realizadas de duas a três vezes por semana. “Em três meses de atividade é possível ter uma melhora física considerável”, afirma o professor de educação física.

Ângelo diz ainda que a dança trabalha a parte cardiorrespiratório, proporcionando uma melhora no condicionamento físico das pessoas. “Os ritmos usados fazem com que seja uma dança mais acelerada e qualquer pessoa pode praticar. Este estilo respeita a individualidade de cada um”, finaliza Ângelo Araújo.