Publicidade
Entretenimento
Vida

Sucesso na TV, 'Os Dez Mandamentos' terá final exclusivo em sua versão para os cinemas

Filme estreia na próxima quinta-feira, dia 28, com maior pré-venda nacional - foram mais de 2 milhões de ingressos antecipados vendidos em 20 dias 22/01/2016 às 14:03
Show 1
Foram 2 milhões de ingressos antecipados vendidos em 20 dias
ACRITICA.COM Manaus (AM)

Fenômeno da televisão brasileira no último ano, uma nova versão de “Os Dez Mandamentos” chegará aos cinemas na próxima quinta-feira, dia 28, como a maior estreia do País: depois de alcançar 2 milhões de ingressos em apenas 20 dias de pré-venda, o filme será exibido em cerca de mil salas. 

Os números são históricos e superam campeões de bilheteria como “Amanhecer – Parte 2”, da saga “Crepúsculo”, que vendeu 645 mil ingressos dois meses antes do lançamento, e “Até que a Sorte nos Separe 3”, exibido em 808 salas.

O longa-metragem, escrito por Vivian de Oliveira e dirigido por Alexandre Avancini, resume em formato cinematográfico a saga de Moisés para libertar o seu povo da opressão no Egito. A novela original foi exibida entre março e novembro de 2015, na Record, e rendeu vários picos de audiência.

O produtor executivo do filme e vice-presidente de jornalismo da Record, Douglas Tavolaro, explica que a novela contou com 176 capítulos com 1h de duração cada – para o cinema, toda a história foi condensada em cerca de 2h. “Foi um desafio, sem dúvida. Envolveu muitas horas de edição, passando pelas escolhas do roteiro, sonorização e finalização”.

Expectativa do público

O produtor audiovisual amazonense Dan Leal é um dos que não veem a hora de conferir como “Os Dez Mandamentos” foi transposta para o cinema. Em tempo: o diretor Alexandre Avancini promete que o filme terá cenas inéditas e um final exclusivo, que antecipará a segunda temporada da novela, a ser exibida a partir de março.

“Eu assisti a toda a novela pela televisão e agora estou assistindo novamente pelo Netflix. A expectativa para o filme é enorme porque é a primeira vez que uma produção nacional consegue alcançar tanta repercussão”, comentou ele, citando o número expressivo de salas que receberão o longa.

Como alguém da área, Leal também comemora que um filme nacional tenha conseguido superar, pela primeira vez, os recordes das produções norte-americanas. “Isso é muito bom porque está abrindo mais espaço para obras brasileiras de outros gêneros, como ação, terror e romance, tirando o foco apenas da comédia”.

Para Frank Silva, fiel da Universal, o filme bíblico tem o potencial para atrair espectadores de todas as religiões aos cinemas, assim como aconteceu com a novela. “Vai despertar a fé de muita gente. O que o Deus de Moisés fez ontem, fará hoje e sempre”.

Alavancou a audiência

Com efeitos especiais grandiosos e uma história emocionante, o filme, produzido pela Record, conta uma das mais famosas passagens da Bíblia: a saga de Moisés, desde seu nascimento até a chegada de povo hebreu à Terra Prometida, passando pela fuga do Egito através do Mar Vermelho e o encontro com Deus no Monte Sinai. 

Livre adaptação dos livros bíblicos do Êxodo, Levítico, Números e Deuteronômio, a produção cobre mais de cem anos de história, em tramas recheadas de emoção. A novela “Os Dez Mandamentos”, impactou cerca de 144 milhões de telespectadores no Brasil e alavancou em 139% os índices de audiência da emissora na faixa de exibição. No dia em que foi exibido o capítulo com a abertura do Mar Vermelho, a Record alcançou números de audiência históricos em várias partes do país.

Saiba +

O sucesso estrondoso de “Os Dez Mandamentos” antes mesmo da estreia também se deve a um amplo esforço de marketing apoiado pela Igreja Universal, à qual a Rede Record é ligada. Algumas igrejas têm pedido a colaboração dos fiéis para a compra de ingressos antecipados a serem distiribuídos entre os de menor renda. Outras denominações religiosas, inclusive em Manaus, também distribuíram cortesias de meia-entrada para o filme.