Publicidade
Entretenimento
Buzz

‘Tenho a cara um pouquinho gay, mas as mulheres sabem que não sou’, diz Dr. Rey

Nascido em São Paulo, Rey é filho de pai americano e mãe gaúcha e passou uma infância difícil até ser levado para os Estados Unidos 17/07/2012 às 13:04
Show 1
O cirurgião plástico Robert Rey
Redação UOL ---

O cirurgião plástico Roberto Miguel Rey Júnior, mais conhecido como Dr. Rey, faz revelações divertidas ao ‘De Frente Com Gabi’ desta quarta-feira (18). ‘Tenho a cara um pouquinho gay, mas as mulheres sabem que não sou’, diz o médico, que é casado e tem dois filhos.

‘Os Mórmons salvaram minha vida. Se eles não tivessem batido na minha porta eu estaria hoje em uma cadeia brasileira.’

Nascido em São Paulo, Rey é filho de pai americano e mãe gaúcha e passou uma infância difícil até ser levado para os Estados Unidos por uma família de Mórmons. ‘Saí do Brasil ainda criança, por isso meu português é de um menino de 11 anos. Eu roubava lojas de comida, brinquedos, duas ou três vezes por semana quando era criança. Os Mórmons salvaram minha vida. Se eles não tivessem batido na minha porta eu estaria hoje em uma cadeia brasileira’, conta.

O médico revela que seu pai era um herói de guerra, mas era mulherengo. ‘Meu pai se apaixonou por uma espiã alemã. Ele falava que eu nunca ia ter nada, que eu ia ser um perdedor. Eu tenho uma auto-estima muito ruim’, confessa.