Publicidade
Entretenimento
Vida

Tudo pronto para o ínicio do festival de dança 'Mova-se'

O espetáculo da abertura foi eleito como um dos dez melhores do Brasil, em 2011, segundo o jornal “O Globo” 12/06/2012 às 08:13
Show 1
Terceira edição do 'Mova-se Festival de Dança' movimenta cidade
acritica.com ---

A terceira edição do Mova-se Festival de Dança: Solos, Duos e Trios começa amanhã no Teatro Amazonas, às 18h, com entrada gratuita. O evento, promovido pela Companhia de Ideias, sob o comando de João Fernandes, segue até domingo, dia 17, com uma vasta programação tanto didática quanto representativa. Para o diretor-geral do festival, João Fernandes, é fundamental a troca de experiências entre os artistas locais e artistas de outros estados.

 “Esse é o primeiro passo para a relação que queremos estabelecer com outros festivais. É uma oportunidade para que a gente se conheça, já que também temos bastante qualidade, mas nem todas as companhias de dança conseguiram dar este ponta-pé e mostrar seu trabalho pelo Brasil”, disse. Portanto, durante a semana que acontece o Mova-se, artistas de Minas Gerais, São Paulo e Goiás vão estar na cidade para realizar esse intercâmbio.

Espetáculos
Numa espécie de aquecimento do público, o bailarino paranaense Ricardo Marinelli apresenta o espetáculo “Eu tenho permissão da polícia para ficar pelado aqui”, que será encenado às 18h, no estacionamento do Teatro Amazonas. A ação artística vem partilhar diversos questionamentos. “A proposta é criar um novo relacionamento entre obra e espectador”, disse. Vale ressaltar que Marinelli também será responsável pela residência em dança, oferecida durante o festival.

Logo em seguida, às 20h, dentro das dependências do teatro, o público poderá conferir o espetáculo “As canções que você dançou pra mim”, dos cariocas da Focus Cia. de Dança. Com coreografia de Alex Neoral, a obra apresenta oito bailarinos em cena embalados por um pout-pourri de 72 canções do Rei Roberto Carlos. E, para finalizar, acontece no hall do teatro o lançamento do livro “Caderno de anotações - A Poética do movimento no espaço de fora”, da bailarina mineira Dudude Herrmann. A obra celebra os 40 anos de carreira da artista, além de mostrar um panorama nacional da dança.