Publicidade
Entretenimento
Vida

Workshop com Ricardo Martins retrata fotografia da natureza

Fotógrafo de natureza, que já ganhou o Prêmio Jabuti, em 2012, ministrará curso nos dias 26, 27 e 28 de abril 23/03/2013 às 15:46
Show 1
Há dez anos, Ricardo Martins fotografa fauna, flora e curiosidades
Rafael Seixas Manaus, AM

Ricardo Martins, renomado fotógrafo de natureza premiado com o Jabuti 2012, principal prêmio da literatura brasileira, desde a infância sempre foi apaixonado pela fauna, flora, animais e por grandes aventuras. O paulistano ministrará nos dias 26, 27 e 28 de abril, no Arawak Jungle Hostel, localizado no município de Iranduba, um workshop completo de fotografia de natureza. Além disso, durante sua passagem, ele captará recursos para o desenvolvimento de seu novo projeto, intitulado “Soldados da Borracha e Amazônia Contemporânea”, a ser desenvolvido provavelmente no segundo semestre deste ano.

Em entrevista concedida com exclusividade para A CRÍTICA, o fotógrafo contou que está ansioso para conhecer a região. “Tenho o ‘Soldados da Borracha e Amazônia Contemporânea’, ainda em fase de captação, primeiro projeto em que irei me aventurar no Estado do Amazonas. Sempre tive fascinação por toda essa Floresta Amazônica”, declarou Martins, que já publicou três livros “O encanto das aves” (2009), “A riqueza de um vale” (2011) – ganhador do Prêmio Jabuti na categoria Melhor Livro de Fotografia, em 2012 – e “Jalapão, história e cultura” (2012).

“Irei ficar dez dias em Iranduba. Depois realizarei uma palestra numa universidade de Manaus e para crianças que moram à margem do Rio Negro. Também farei alguns contatos para articular algo do projeto. Tenho certeza que voltarei com outro projeto sobre a região, não tenho dúvida”, complementou.

Olhar aguçado

A proposta do workshop é ensinar “a fotografar sem máquina fotográfica”. Apenas com o olhar, o participante obtém noções de luz, formas e enquadramentos para daí aprender as técnicas e transformar aquela imagem em fotografia, como disse o profissional. “Não adianta ter um monte de técnica e equipamento se não souber o que fotografar. É treinar o olhar de cada um”.

Amigos e familiares perguntam se o paulistano irá registrar algo sobre a África e Madagascar, lugares que ele sonha em conhecer e fotografar. Contudo, para ele, o Brasil ainda precisar ser revelado.  “Costumo dizer que o Brasil é tão rico e que quero mostrá-lo às pessoas que não o conhecem. Esse é o meu País, onde tenho apoio”, disse o fotógrafo.

Dificuldade

Em suas expedições, Martins costuma passar de dois a quatro meses dentro da floresta, literalmente, vivenciando todas as dificuldades. Conforme relatou, o maior empecilho de sua profissão não é a logística, mas sim o tempo. “Estou lidando com a natureza. Às vezes, chove dez dias na floresta. Por exemplo, vou numa cachoeira translúcida e, de repente, chove e cai um barranco, deixando a água barrenta. A principal dificuldade é o tempo, porque você não o controla”, disse ele, também proprietário da Fotografia e Editora Kongo, que ainda este ano lançará “O mosaico”, livro que retrata a fauna e flora da cidade de São José dos Campos em seu meio urbano e rural.

Praias, caminhadas na floresta e outros passeios

Ricardo Martins e a Arawak Jungle Hostel apostam no cenário natural da região Amazônica para ensinar sobre fotografia, mas, ao mesmo tempo, para curtir a natureza com conforto.

No workshop, que custa R$ 1.350 (parcelado em até 18 vezes no boleto ou cartão de crédito), está incluída hospedagem no Arawak, transfer do aeroporto/Manaus, transporte local de van, transporte de barco, alimentação (café, almoço e jantar) e seguro.

A Arawak fica situada a poucos metros da Praia de Açutuba, às margens do Rio Negro, no município de Iranduba. Cercada pelo verde da floresta, a pousada fica distante apenas 35 minutos de Manaus via Ponte Rio Negro.

Contato

Para mais informações, acesse o site www.arawakhostel.com, a página no Facebook (www.facebook.com/arawak. junglehostel) ou envie um e-mail para reservas@ arawakhostel.com.

Serviço

o que é: Workshop de Fotografia de Natureza

onde: Arawak Jungle Hostel, estrada Manoel Urbano, Km 28, ramal do Açutuba, km 11, Iranduba

quando: Dias 26, 27 e 28 de abril

quanto: R$ 1.350 (parcelado em até 18 vezes no boleto ou cartão), incluso hospedagem, transfer, entre outros

informações: (92) 8234-1361 e 9253-3523