Publicidade
Entretenimento
Buzz

Xuxa é condenada judicialmete e pagará R$ 50 mil por plágio

De acordo com a sentença, personagens da série Turma da Xuxinha foram copiados do grupo criado por Leonardo Soltz, a Turma do Cabralzinho 17/10/2012 às 09:41
Show 1
Apresentadora Xuxa Meneghel
ACRITICA.COM ---

A juíza Flávia de Almeida Viveiros de Castro, da 6ª Vara Cível da Barra, no Rio de Janeiro, condenou a apresentadora Xuxa Meneghel a indenizar em R$ 50 mil o autor dos personagens da Turma do Cabralzinho. A empresa Xuxa Promoções e Produções Artísticas é acusada de danos materiais, violação aos direitos do autor e uso indevido de marca.

De acordo com a sentença, personagens da série Turma da Xuxinha foram copiados do grupo criado pelo publicitário mineiro Leonardo Soltz, a Turma do Cabralzinho, em que seis personagens inspirados em figuras históricas contam o descobrimento do Brasil por meio de jogos e diversão.

O publicitário alegou que apresentou os personagens à empresa de Xuxa, por ocasião da comemoração dos 500 anos de descoberta do Brasil (2000), mas que não houve interesse em veiculá-los. Entretanto, pouco tempo depois de afirmar seu desinteresse, a empresa criou um grupo de personagens, a Turma da Xuxinha, iguais daqueles idealizados pelo autor. De acordo com Leonardo, a apropriação indevida prejudicou bastante o projeto Cabralzinho, que não teve continuidade.

Maurício Lopes de Oliveira, advogado de Xuxa, confirmou à equipe do UOL que a apresentadora certamente irá recorrer e que a sentença tem uma fragilidade. ‘A perícia disse que não houve violação dos direitos autorais. Apesar disso, a juíza julgou contrariando a perícia. Ela condenou, embora o perito não tenha enxergado essa violação. Isso vai amparar o recurso’, afirmou o advogado.

*Com informações do UOL.