Publicidade
Especiais
Especiais

Boi bumbá Caprichoso planeja festa especial nas ruas de Parintins (AM)

O Curral Zeca Xibelão é considerado a porta de entrada do bairro por isso a presença da nação em mais um lugar histórico por onde o boi ficou sua bandeira. O tom do boi de Rua será o desafio protagonizado pelos ex-amos Wilson Sanches (67) Raimundo de Souza Machado (69) e Rei Azêvedo, que representam a história, os versos e os desafios do boi azul 20/06/2012 às 16:31
Show 1
O boi-bumbá Caprichoso brinca nas ruas de Parintins (AM)
acritica.com ---

A força da cultura popular do Boi Caprichoso, presença constante nos versos de desafios, será o combustível dos torcedores da nação azul e branca que na noite da próxima segunda-feira (25) festeja o último Boi de Rua de 2012 antes da vitória no Festival Folclórico de Parintins.

Resgatando a história, o Caprichoso fará a concentração dos torcedores no Bairro de Palmares no Complexo Desportivo Benedito Azêdo onde será realizado o Auto do Boi com a representação do criador do bumbá, Roque Cid.

O Curral Zeca Xibelão é considerado a porta de entrada do bairro por isso a presença da nação em mais um lugar histórico por onde o boi ficou sua bandeira. O tom do boi de Rua será o desafio protagonizado pelos ex-amos Wilson Sanches (67) Raimundo de Souza Machado (69) e Rei Azêvedo, que representam a história, os versos e os desafios do boi azul.

Wilson brincou no Caprichoso de 1966 a 1989 com apresentações na Comunidade do Aninga e no curral da Rua Cordovil, na casa de Luiz Pereira. Machado cumpre uma trajetória de apresentações na Cordovil e no Bumbódromo quando ainda era palco de madeira.

Outro personagem que traduz a cultura e a história do Boi é a eterna Sinhazinha Karina Cid, 39, que aos treze anos estreava no Item Rainha do Folclore usando vestidos originalidade tecidos em palha. Em seguida Karina assumiu o item Sinhazinha da Fazenda cargo que deixou em 1998. Foram onze anos de apresentação na arena que são relembrados no Boi de Rua.

O evento também será marcado pelas homenagens a Acinélcio Pereira Vieira, que em 1982 foi presidente e também padrinho do boi. Lamparinas, chapéus e camisas foram preparados por torcedores da Calçada da Fama, um grupo de torcedores do boi azul, que se reúne para brincar de boi no Bairro de Palmares.

A logística foi definida pela diretoria azul, para que torcedor possa mostrar sua força, garra e paixão, que movem os brincantes do Caprichoso.

A concentração da nação azulada será às 19h, no Complexo Cultural e Desportivo “Praça Bendito Azedo”, no Bairro do Palmares, um dos redutos do Caprichoso onde mora a maioria dos artistas do Boi. Em seguida o turbilhão azul segue pelas ruas Alberto Mendes, Maués, Paraíba, lateral do Bumbódromo, Nações Unidas (onde residem os itens oficiais do Caprichoso: Rainha do Folclore Brena Dianná e o Apresentador Júnior Paulain).

Ainda no trajeto, a Rua Cordovil onde durante anos funcionou o curral do Touro Azul e que sempre é enfeitada para recebê-lo de braços abertos. Berço natural da Porta Estandarte Karine Medeiros e do tripa Marquinho Azevedo, os moradores acendem fogueiras.

A última parada será na Avenida Amazonas, em frente à Catedral de Nossa Senhora do Carmo, padroeira de Parintins e do Caprichoso. Um grande ensaio foi organizado pela direção do Boi com a apresentação das Bandas Azul e Branco, Canto Parintins e Canto Caprichoso. A Voz da Amazônia David Assayag, o apresentador Júnior Paulain, toadeiros do Boi, Marujada de Guerra, Corpo de Dança Caprichoso, Itens oficiais e Torcida Raça Azul também participarão da grande festa.

A vice-presidente Socorrinha Carvalho destaca a união, o alto astral e alegria contagiante, do torcedor e dos trabalhadores que no Boi e Rua festejam mais um resultado positivo para o festival. “Essa energia positiva da galera, desse povo de alma azulada é que nos conduzirá, sob as bênçãos de Deus e Nossa Senhora do Carmo, rumo à vitória”, finalizou.