Publicidade
Especiais
Especiais

Bois-Bumbás de Parintins (AM) se eximem de culpa do 'apagão' no 47º Festival Folclórico

As duas associações ratificam o compromisso de seriedade com o festival folclórico, com o público e com os patrocinadores do festival 02/07/2012 às 10:52
Show 1
Cabos de energia do bumbá Garantido foram desligados após apresentação do Caprichoso na terceira noite
acritica.com Manaus

As associações dos Bois-Bumbás de Parintins (Garantido e Caprichoso) que representam o Festival Folclórico informam por meio de nota oficial enviada a imprensa que se reuniram com o titular da Secretaria de Cultura do Amazonas (SEC-AM), Robério Braga, juntamente com a presidência da comissão julgadora do festival folclórico de Parintins 2012, para discussão sobre o episódio ocorrido na noite do dia 1º de Julho, no intervalo entre a apresentação das duas associações.

De acordo com as informações, constaram-se problemas elétricos nos cabos do quadro de barramento do boi-bumbá garantido, localizados na entrada da arena do bumbódromo, fato este que gerou um prolongamento de tempo previsto para intervalo, independente da vontade das agremiações.

As associações folclóricas dizem se eximir de qualquer responsabilidade sobre o ocorrido e no intuito de preservar a credibilidade e lisura do festival folclórico de Parintins decidiram afastar, temporariamente, e até a conclusão do inquérito policial instaurado, as empresas responsáveis pela montagem dos equipamentos de iluminação, “franqueando o que for necessário e se colocando à inteira disposição das autoridades competentes para elucidação dos fatos”.

As duas associações ratificam o compromisso de seriedade com o festival folclórico, com o público e com os patrocinadores do festival.