Publicidade
Especiais
Especiais

Brasileiras arrasam o Reino Unido por 30 a 17 e avançam à próxima fase do handebol

Com o resultado diante das anfitriãs, o time nacional garantiu a classificação e agora tentará lutar pela liderança da chave 01/08/2012 às 12:41
Show 1
Alexandra Nascimento comemora gol do Brasil sobre o Reino Unido em confronto de handebol nos Jogos
Uol/ Esporte ---

A seleção brasileira feminina de handebol conseguiu nesta quarta-feira a sua terceira vitória seguida na Olímpiada, em três compromissos disputados, ao derrotar o Reino Unido por 30 a 17, pelo grupo A. Com o resultado diante das anfitriãs, o time nacional garantiu a classificação e agora tentará lutar pela liderança da chave.

Apesar da animação da torcida que lotou a arena do handebol no Parque Olímpico de Londres, a seleção mostrou personalidade desde o início. As duas seleções haviam realizado um amistoso em março passado, com vitória brasileira folgada (30 a 18). No reencontro, mais uma vez a equipe de Alê e Duda impôs seu jogo. 

Destaque individual para a atuação de Alê, decisiva no ataque pela direita, com direito até a gol por cobertura quase sem ângulo. A canhota Mayara também foi importante na condução do ataque na primeira metade, com mudanças de direção rápidas na coordenação do jogo ofensivo. 

Depois de vitórias com placar apertado sobre Croácia e Montenegro, a equipe nacional sobrou contra as anfitriãs dos Jogos de Londres. O técnico Morten Soubak se deu ao luxo de começar o jogo poupando algumas de suas titulares absolutas, como Duda e Dani Piedade. Mesmo assim, o time não teve dificuldade de abrir vantagem logo de cara. 

Uma das titulares escaladas de início, Chana ajudou a seleção a preservar sua vantagem com defesas em jogadas frente a frente com o ataque britânico. Duda entrou na segunda metade do primeiro tempo para assumir o comando do ataque para Alê descansar. 

Mas se o ataque funcionava, a defesa apresentava alguma dificuldade na marcação um contra um e com as escapadas em contra-ataque das adversárias. Mesmo assim os disparos potentes de Ana Paula asseguraram a confortável vantagem de nove gols antes do intervalo (17 a 8).

O Brasil voltou para o segundo tempo mais uma vez com uma formação cheia de reservas, agora com Mayssa no lugar de Chana no gol. Ana Paula continuou decisiva contra a parede de marcação britânica, e o time nacional confirmou a vitória por placar elástico. 

Com mais uma vitória contabilizada na caminhada olímpica do handebol, as brasileiras agora voltam à quadra pelo torneio olímpico na próxima sexta-feira, quando enfrentam a Rússia, às 12h45 (horário de Brasília), em duelo que deve valer a ponta do grupo A.