Publicidade
Especiais
Especiais

Carros compactos invadem concessionárias no Brasil

A nova aposta da Chevrolet atende pelo nome de Onix e as primeiras unidades já estão chegando nas concessionárias do país. O Carro foi apresentado pelos executivos da marca como o lançamento mais importante desde o Corsa em 1994 03/11/2012 às 13:06
Show 1
Onix é aposta da GM para o segmento
Felipe de Paula / Bento Gonçalves - RS ---

O segmento de carros compactos no Brasil não é mais o mesmo. Se antes predominavam os populares de marcas europeias e americanas, com o Gol, o Palio e o Corsa, agora os asiáticos também disputam uma fatia desse bolo, fermentado pela ascensão da classe C e pelo crescimento da economia brasileira.

Com o segmento aquecido, principalmente depois do lançamento do Etios - compacto da japonesa Toyota - e do HB20 - da sul-coreana Hyunday, em agosto e setembro respectivamente, os americanos tiveram que reinventar seu conceito de compacto: a aposta da Chevrolet atende pelo nome de Onix e as primeiras unidades já estão chegando nas concessionárias.

Importância


Apresentado pelos executivos da marca como o lançamento mais importante desde o Corsa, em 1994, o novo modelo pretende bater a meta de 12.000 vendas mensais investindo em tecnologia, personalização e conforto na direção. O compacto, que foi desenvolvido inteiramente no Brasil e é produzido na planta de Gravataí-RS, sai inicialmente por R$ 29.990 e chega a R$ 41.990 na versão completa.

Personalização

Para consumidores antenados e que buscam tecnologias exclusivas, o Chevrolet Onix traz o sistema multimídia MyLink, que permite ao usuário trazer suas músicas, fotos, vídeos e aplicativos do celular para dentro do veículo, além de fazer ligações telefônicas via Bluetooth por meio da tecnologia HFT (HandsFreeTelephone) e permitir ao usuário configurar algumas funções do veículo de acordo com as suas preferências. O sistema é opcional na versão 1.0 LT e de série na LTZ.

Nós testamos

A reportagem de A Crítica esteve no lançamento do Onix em Bento Gonçalves, no Rio Grande do Sul, e testou o substituto do Corsa nas estradas da região e no Vale dos Vinhedos, na serra gaúcha. Bom de curva, estável e impressionantemente silencioso, o Onix tem seus atributos fincados na excelente dirigibilidade e respostas precisas aos comandos do motorista. Tanto a versão 1.0 quanto a 1.4 têm desempenho dinâmico bastante satisfatório, passando a sensação de domínio do carro por parte do motorista.

É claro que, subindo a serra, e com três passageiros mais bagagens, seria comum que o 1.0 colocasse a língua um pouco de fora, mas, no final das contas, não perdeu o ritmo e, apesar de as retomadas não serem o seu forte, conseguiu ultrapassar os caminhões na estrada sem passar de 5.000 rotações no RPM.

Viagem feita a convite da GM do Brasil.