Publicidade
Especiais
Especiais

Debaixo de sol e chuva, galera enfrenta fila para o Festival

Torcedores não desanimam em dia de muito sol e chuva na Ilha, e mostram todo seu amor aos bumbás ao enfrentar uma fila quilométrica para conferir o primeiro dia do Festival de Parintins. 29/06/2012 às 15:16
Show 1
Torcida do Garantido forma fila para a primeira noite do festival
Nathália Silveira Manaus

A primeira noite do Festival de Parintins inicia somente às 20h desta sexta-feira, mas antes disso uma disputa fora do bumbódromo já começou faz tempo: a briga por um bom lugar na fila. Por isso, para os fanáticos  tanto do lado da nação azul, quanto da vermelha, qualquer sacrifício vale a pena: enfrentam sol , chuva e muito cansaço.

Dona Liliane Santos conta que desde as 22h de quinta-feira  não arreda o pé da fila. Com ela, mais 29 pessoas formam o grupo Mancha Vermelha – Louco Torcedor, que veio de Manaus especialmente para curtir o boi do coração. “Fui a primeira a chegar aqui. Nosso item vale ponto e fazemos de tudo para agradar e conquistar os jurados. Quem entra para galera, está disposta a enfrentar qualquer coisa e não aceitamos ninguém parado. A fila, é só um estímulo”, disse a escudeira fiel do vermelho, que há 30 anos vem para a festa.

Rocicleia  Lopes foi a segunda a chegar a fila do boi da baixa do São José. Animada com sua estreia no Festival, a amazonense veio preparada para enfrentar a marota. Na bolsa, trouxe protetor solar, frutas, roupa e muita água. “Aqui a gente dá jeito em tudo, pede pra ir ao banheiro de casas vizinhas, sai pra comprar comida e alguém fica reparando o lugar. Tudo para fazer parte e pegar o melhor lugar na arquibancada”, afirmou Lopes.

Do lado do Caprichoso, animação também é o que não falta. Vindo há 20 anos para o festival, Willys Siqueira chegou às 8h30 desta sexta-feira, e ainda trouxe a amiga de Brasília, Maria Alexandra, para conferir o Festival. “Tem como não se encantar?! ... A convidei e ela aceitou na hora. Aqui, a magia encanta”, observou o amazonense. 

“Estou muito animada, feliz e realizada de estar aqui. Tenho certeza que vou aguentar até o final do dia para poder, finalmente, assistir ao Caprichoso. Vamos ganhar”, ressaltou Maria, que escolheu o boi azul devido ser sua cor preferida.

E depois de tanto tempo na fila, essa galera só pensa numa coisa quando as apresentações dos bumbás encerrarem na noite desta sexta-feira: aproveitar as festas que vão rolar pela madrugada e retornar novamente a fila e garantir o segundo dia de festa na ilha encantada. “A gente tem que aproveitar agora. Depois descansamos” , comentou Liliane Santos.