Publicidade
Especiais
Especiais

Dupla é presa pela PM e confessa assassinato de 'comparsa' em Manaus

Durante interrogatório, um dos presos confessou aos polícias que tinham acabado de assassinar uma mulher por enforcamento, porque ela tinha traído o bando. A mesma foi apontada como ‘armeira’ (responsável por guarda o armamento ilegal) 24/03/2012 às 11:44
Show 1
A dupla portava aproximadamente meio quilo de cloridrato de cocaína (brilho). Jander estava de posse de uma metralhadora calibre 9 milímetros de uso exclusivo das forças armas, além de 18 munições, dois notebooks, uma balança de precisão e celulares
JOANA QUEIROZ e JOELMA MUNIZ Manaus

Jander Rubens de Souza Santos, 45, e Madson Pinto Oliveira, 28 foram presos por policiais da Força Tarefa da Secretaria de Segurança Pública (SSP), durante a madrugada deste sábado (24) acusado de pertencer a uma suposta organização criminosa.

No momento em que foi abordada, a dupla portava aproximadamente meio quilo de cloridrato de cocaína (brilho). Jander estava de posse de uma metralhadora calibre 9 milímetros de uso exclusivo das forças armas,  além de 18 munições, dois notebooks, uma balança de precisão  e celulares.

Durante interrogatório, um dos presos confessou aos polícias que tinham acabado de assassinar uma mulher por enforcamento, porque ela tinha traído o bando. A mesma foi apontada como ‘armeira’ (responsável por guarda o armamento ilegal).  

Policiais da Delegacia Especializada em Homicídios e Seqüestros (DEHS) foram ao local indicado, uma casa, na mesma comunidade onde aconteceu a prisão onde encontraram o corpo da  mulher. Que foi encaminhado ao Instituto Médico legal (IML).

Segundo o delegado plantonista do 15º Distrito Integrado de Polícia (Dip), Paulo Benelli, inicialmente os presos vão ser autuados pelos crimes de porte ilegal de armas, tráfico de droga e associação para o tráfico.  O homicídio será apurado pela delegacia especializada.