Publicidade
Especiais
Especiais

Gados recebem vacinação contra Febre Aftosa em Tabatinga (AM)

Cerca de 600 animais foram vacinados contra a Febre Aftosa. O trabalho é feito em conjunto com a Comissão de Defesa Sanitária Animal e Vegetal (Codesav), que coordena todo o processo no Estado 23/03/2012 às 20:45
Show 1
Município de Tabatinga (AM)
acritica.com Manaus (AM)

Técnicos do Instituto de Desenvolvimento Agropecuário e Florestal Sustentável do Amazonas (Idam ) vacinaram contra a Febre Aftosa mais de 600 cabeças de gado, em Tabatinga que fica a 1.008 quilômetros a oeste de Manaus, nesta quinta-feira (22). O trabalho é feito em conjunto com a Comissão de Defesa Sanitária Animal e Vegetal (Codesav), que coordena todo o processo no Estado.

Para atingir 100 por cento da meta, durante o lançamento da campanha os criadores de gado foram orientados, pelos técnicos do Idam, sobre a doença que desde 2005 não é detectada no Estado.

As orientações foram reforçadas com uma Demonstração de Método – D.M, onde os criadores aprenderam, na prática, a maneira correta de como aplicar a vacina. Todas as orientações foram acompanhadas de perto pelos alunos do curso de Agropecuária, do Instituto Federal do Amazonas.

A agricultora Patrícia Borges, uma das maiores criadoras de gado do Projeto de Assentamento Urumutum Takanã, se mostrou satisfeita com o que aprendeu. “Com as informações repassadas pelo Idam, hoje tenho consciência dos riscos da doença, bem como da conservação e manuseio da vacina contra a febre aftosa”, disse ela, afirmando que agora está pronta para vacinar os animais.Cada criador teve a oportunidade de vacinar. A ideia é que eles possam multiplicar os conhecimentos para o restante das comunidades. Os estudantes, que na maioria, são filhos de criadores, também participaram de todo o processo.

Antecipação da Campanha

Este ano, a Campanha de Vacinação contra a Febre Aftosa realizada pelo governo do Estado em parceria com o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) foi antecipada em 45 dias. O objetivo é imunizar todo o rebanho que se encontra em terra firme, numa média de 600 mil animais entre bovinos e bubalinos. A campanha acontece até o dia 30 de abril. A segunda etapa está prevista para o período de 15 de julho a 30 de agosto.

Além de Tabatinga, a vacinação também está ocorrendo em Alvarães, Amaturá, Anamã, Anori, Atalaia do Norte, Autazes, Barreirinha, Benjamim Constant, Beruri, Boa Vista do Ramos, Borba, Caapiranga, Careiro Castanho, Careiro da Várzea, Coari, Codajás, Fonte Boa, Iranduba, Itacoatiara, Itapiranga, Japurá, Jutaí, Manacapuru, Manaquiri, Manaus, Maraã, Maués, Nhamundá, Nova Olinda do Norte, Parintins, Rio Preto da Eva, Santo Antônio do Içá, São Paulo de Olivença, São Sebastião do Uatumã, Silves, Tabatinga, Tefé, Tonantins, Uarini, Urucará e Urucurituba.

Vale ressaltar que, nos demais municípios a campanha segue o calendário dos anos anteriores, ou seja, de maio a novembro. Em Tabatinga, embora o número de cabeças seja considerado pequeno, o trabalho de conscientização é reforçado para garantir que a meta seja cumprida e, contribuir com a erradicação da doença no Amazonas.

Com informações da assessoria.