Publicidade
Especiais
Especiais

Mário Yamasaki ministra curso de formação de árbitros em Manaus

São 50 vagas gratuitas oferecidas pela SEMDEJ a atletas graduados locais com objetivo de aprender as regras vigentes nos eventos de MMA. enviar email: arbitragemcurso@gmail.com 24/03/2012 às 10:48
Show 1
Mário Yamasaki se tornou um dos árbitros mais respeitados no UFC
Paulo Ricardo Oliveira ---

Conhecido pelo gesto de unir as mãos em formato de coração antes de iniciar a labuta, Mário Yamasaki, vai ministrar, em Manaus, um curso de arbitragem aplicado às regras do MMA, nos dias 1º e 2 de abril. O evento é inédito no Brasil. As inscrições são gratuitas e as vagas limitadas a 50 participantes. Os interessados devem enviar currículo para o endereço eletrônico: “arbitragemcurso@gmail.com”.

O curso é promovido pela prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Desporto (Semdej), e tem objetivo de formar árbitros locais a atuarem em eventos nacionais. A vinda de Yamasaki foi articulada pelo secretário Fabrício Lima, que diz que o custo total do evento é de R$ 30 mil. “É um custo mínimo para o retorno aos nossos atletas graduados que vão poder ter formação de árbitro de MMA e atuar em todo o território nacional.

É uma grande oportunidade para o mercado crescente de MMA”, afirmou. Para participar do curso, o candidato deve ser faixa-preta (mínimo 2º DAN) de modalidades marciais reconhecida pela federação competente ou estar no nível A do ranking nacional, caso a entidade não disponha de critério de graduação; ensino médio, técnico ou superior e estar filiado em sua federação ou confederação.

 “Os critérios estipulados para participar do curso servem de balizador para o nível dos atletas interessados em aprender ou aprimorar as regras das lutas de MMA”, explica Fabrício. Yamasaki disse ontem, com exclusividade ao CRAQUE, que está com uma expectativa boa sobre a aplicação do curso na capital amazonense.

 “Manaus é uma cidade maravilhosa, de gente carinhosa e acolhedora, que gosta bastante de MMA. Por isso foi escolhida para ser a primeira a ter esse curso aplicado de regras atuais de mistura de artes marciais”, explicou
o árbitro.

A dinâmica das aulas, segundo Yamasaki, consiste em conhecimentos práticos e teóricos, onde o participante aprende como deve analisar e julgar os combates na lateral e na área central do octógono. “O curso ensina a julgar a potência dos golpes, as vantagens técnicas da luta no chão e em pé, e até a observar como as luvas devem ser amarradas. Ao final, o aluno ganha um diploma de árbitro nacional de MMA”, explica.

Nome forte do MMA

Mário Yamasaki é um nome forte na seara das lutas. Ex-lutador e filho de família com tradição em artes marciais, ele teve um currículo apenas razoável como atleta, mas como árbitro do UFC que se projetou mundialmente, criando, inclusive uma marca registrada, quando ergue as mãos em forma de coração. “Foi um pedido dos meus filhos Sophia e Lucas para fazer a eles pela TV, mas acabou ganhando uma dimensão maior, porque as mulheres gostavam, mas os homens não.

É também uma mensagem de paz, para reforçar a ideia de que a luta só deve acontecer dentro do octógono”, explica. Funcionário de Ultimate Fighting Championship (UFC) e também contratado para o Amazon Forest Combat (AFC), dia 31 de março, na Arena Amadeu Teixeira, quando será o árbitro principal do show de lutas, Yamasaki vai utilizar a estrutura do evento local para aplicar seus conhecimentos, usando a grade de oito lados como referência.

 “O árbitro deve sempre estar no espaço fora de raio de ação dos lutadores, escolher ângulos visuais privilegiados para observar com precisão e também ter agilidade para agir no momento certo a preservar a integridade física”.