Publicidade
Especiais
Especiais

Neymar enfim faz a diferença, Brasil vira sobre Belarus e se classifica para as quartas

O astro santista marcou um gol de falta e deu duas assistências, uma para a cabeçada de Alexandre Pato e outra de calcanhar para Oscar, já nos acréscimos 29/07/2012 às 14:29
Show 1
Neymar comemora com Oscar seu gol de falta, o segundo do Brasil sobre Belarus
Carlos Padeiro/UOL ---

Um dia após o técnico Mano Menezes admitir que Neymar sofre uma queda de rendimento nos últimos jogos, o camisa 11 fez a diferença na vitória de virada do Brasil por 3 a 1 sobre a seleção de Belarus, neste domingo, na Olimpíada. O astro santista marcou um gol de falta e deu duas assistências, uma para a cabeçada de Alexandre Pato e outra de calcanhar para Oscar, já nos acréscimos.

Com o triunfo, a equipe de Mano Menezes se classifica para as quartas de final da Olimpíada. Um empate diante da Nova Zelândia, na quarta-feira, em Newcastle, garantirá o primeiro lugar no Grupo C.

Diante de mais de 66 mil pessoas no Old Trafford, em Manchester, a seleção sub-23 jogou mal e levou um gol logo aos 7 min, na cabeçada do brasileiro naturalizado bielorrusso Renan. Neymar apareceu aos 14 min, com uma assistência para Alexandre Pato, que empatou, também de cabeça. Aos 20 min da etapa final, o astro santista sofreu uma falta perto da área e bateu com categoria, no canto, para virar o placar. Aos 48min, usou a cabeça para aplicar um drible no marcador, arrancou pela esquerda e ajeitou de calcanhar para Oscar finalizar com precisão.

A proposta de jogo de Belarus ficou clara desde o início da partida. Os europeus armaram a retranca num 5-4-1, com o centroavante Kornilenko isolado na frente e o brasileiro Renan na armação.

Como previsto por Mano Menezes, a bola aérea seria uma das armas do adversário. Aos 7 min, os bielorussos trocaram bem a bola, que caiu nos pés de Kozlov, no lado direito do ataque. Ele cruzou na área, Thiago Silva estava na marcação do gigante Kornilenko e Renan apareceu sozinho para cabecear no canto. O lateral Rafael, que deveria marcá-lo, se posicionou mal.

Os brasileiros responderam rapidamente e na mesma moeda. Neymar viu a movimentação de Pato na área e fez a assistência pelo alto. O camisa 17 subiu com estilo e cabeceou no canto.

Depois virou um duelo de ataque contra defesa. Apesar de ter o domínio de bola, a equipe amarela não mostrou capacidade para superar a defesa rival. Oscar errou muitos passes, Neymar voltou muito para buscar a bola e acabava longe do gol.

No começo do segundo tempo, a torcida começou a pedir por Lucas. Oscar melhorou na partida e quase virou o placar em duas oportunidades, quando parou na defesa ou no goleiro Gutor.

Aos 18 min, Mano ousou na substituição ao sacar o volante Sandro para a entrada de Paulo Henrique Ganso.

O camisa 16 nem precisou tocar na bola para comemorar o gol do amigo Neymar, que sofreu uma falta no lance seguinte e bateu no canto do goleiro: 2 a 1.  

Depois do gol, o camisa 11 ainda protagonizou duas arrancadas pelo lado esquerdo, com belos dribles, porém não conseguiu finalizar com perigo. No último arranque, deu de calcanhar para Oscar anotar um belo gol.

BRASIL 3 X 1 BELARUS

Brasil
Neto; Rafael, Thiago Silva, Juan e Marcelo; Sandro (Ganso), Rômulo e Oscar; Hulk (Danilo), Neymar e Alexandre Pato (Lucas)
Técnico: Mano Menezes

Belarus
Aleksandr Gutor; Polyakov, Kuzmenok, Politevich, Kozlov (Gavrilovich); Dragun, Dmitry Baga, Aleksievich (Voronkov), Renan, Gordeichuk; Kornilenko (Zubovich)
Técnico: Georgy Kondratyev 

Data: 29/7/2012, domingo
Local: Old Trafford, em Manchester (Inglaterra)
Gols: Renan Bardini (BLR), aos 7 min, Alexandre Pato (BRA), aos 14 min do primeiro tempo; Neymar, aos 20 min, Oscar, aos 48 min do segundo
Público: 66.212 pagantes
Cartões amarelos: Kozlov, Dragun (BLR)
Árbitro: Yuichi Nishimura (Japão)
Auxiliares: Toru Sagara e Toshiyuki (ambos do Japão)